Séchu Sende e o primeiro poemário de Ugia Pedreira inaugurarám o catálogo da ATRAVÉS | EDITORA

A nova editora é herdeira da anterior área editorial da Associaçom e está dirigida por Miguel R. Penas, vice-presidente da AGAL

Quinta, 20 Maio 2010 07:58

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

ATRAVÉS | EDITORA continua o trabalho da AGAL-Editora

AGAL - Séchu Sende e Ugia Pedreira inauguram o catálogo da ATRAVÉS | EDITORA, a nova marca editorial da Associaçom Galega da Língua (AGAL). Nas próximas semanas sairám a lume várias propostas editoriais sob assinatura de autores como Carlos Taibo, Carlos Quiroga ou Carlos Garrido.

Todas estas estas obras tenhem um denominador em comum: trata-se das primeiras do catálogo do novo selo editor. A estas cumpre somar também um trabalho monumental, a primeira adaptaçom do Sempre em Galiza de Castelao à ortografia histórica galego-portuguesa, além de umha coletánea de artigos sobre língua.

A nova editora está dirigida por Miguel R. Penas, vice-presidente da AGAL, para quem o objectivo geral é «tornar a área editorial da associaçom numha editora de ámbito galego-português», encetando assim umha actividade «que demonstre que a via reintegracionista é a mais válida e útil para marcar um padrom galego actual», pois além de ser «coerente» do ponto de vista filológico e histórico, «permite explorar o caminho de operar num mercado editorial maior e internacional».

Miguel R. Penas explica que o próprio nome da iniciativa indica já «a firme vontade de atravessar a fronteira política e, por vezes, também mental, que quer separar a Galiza do resto da Lusofonia» , e acrescenta que «a nossa vontade é publicar em galego-português para os mercados de Portugal e Galiza, e se houver possibilidade também para o Brasil, ou mesmo os países africanos de língua oficial portuguesa, os PALOP».

As primeiras obras

A nova editora é herdeira da anterior área editorial da AGAL, virando as anteriores colecçons Criaçom, Universalia e Clássicos nas novas ATRAVÉS | DAS LETRAS, ATRAVÉS | DAS IDEIAS e ATRAVÉS | DE NÓS, respectivamente. Como novidade, aparecerá ATRAVÉS | DA LÍNGUA, especializada em temáticas lingüísticas.

Animais!, o primeiro álbume ilustrado de Séchu Sende, e Noente paradise. Poemas e canções, o primeiro poemário de Ugia Pedreira, inauguram o catálogo da colecçom ATRAVÉS | DAS LETRAS. Carlos Taibo muda a súa temática habitual de estudo, a geopolítica, com a obra Parecia não pisar o chão. Treze ensaios sobre as vidas de Fernando Pessoa, primeiro título de ATRAVÉS | DAS IDEIAS.

Pola sua parte, o volume inicial da colecçom ATRAVÉS | DE NÓS vai ser o já mencionado Sempre em Galiza de Castelao, mentres que ATRAVÉS | DA LÍNGUA nasce publicando a segunda ediçom do manual Do Ñ para o NH do presidente da AGAL, Valentim R. Fagim; e mais a coletánea de artigos da Comissom Lingüística da AGAL Por um galego extenso e útil. Leituras da língua de aquém e de Além.

 

+ Ligaçons relacionadas: