Sermos Galiza publica o segundo de três especiais sobre o relacionamento entre a Galiza e o resto da Lusofonia

Fruto de umha parceria com a Associaçom Galega da Língua

Segunda, 22 Abril 2013 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - A passada sexta-feira chegou aos quiosques do País um novo número do semanário Sermos Galiza, com um novo especial A Fundo dedicado ao relacionamento entre a Galiza e o resto da Lusofonia. É o segundo de umha série de três cadernos monográficos realizados em parceria com a Associaçom Galega da Língua (AGAL).

Galiza e a Lusofonia. O necessário (re)encontro é o título deste caderno que achega à massa leitora do Sermos a focagem e os argumentos de quem concebe o galego como umha língua internacional. O anterior especial, publicado em fevereiro, tinha o foco no mundo cultural; nesta segunda entrega, tem-no nos relacionamentos políticos, sociais e pessoais. A seguir, indicamos os títulos dos artigos publicados:

  • «Espaços de encontro». Néstor Rego e Miguel R. Penas
  • «A Lusofonia: um espaço para a intervenção», Xosé Ramón Boán
  • Entrevista a Bieito Lobeira (secretário de organizaçom do BNG) e Catarina Martins (coordenadora do Bloco de Esquerda)
  • «Uma petista na Galiza». Jeanne Pereira
  • «Experiências à procura do reencontro»
  • «Para não fazer turismo no Porto». Xosé Antón Serén

O derradeiro especial verá a luz no mês de maio, e terá por objeto as oportunidades económicas que se abrem para umha Galiza lusófona.

 

+ Ligações relacionadas: