A Academia Galega ganha o prémio Meendinho

Segundo a Fundaçom, «fôrom muitas as entidades e pessoas votadas para receber o prémio»

Quarta, 19 Maio 2010 08:18

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

A Fundaçom Meendinho premia a AGLP polo seu labor

PGL - O padroado da Fundaçom Meendinho anunciou que a Academia Galega da Língua Portuguesa (AGLP) resultou ganhadora dos prémios outorgados polo colectivo. A adjudicaçom fizo-se entre as entidades e/ou pessoas propostas por votaçom popular.

Segundo a Fundaçom, «fôrom muitas as entidades e pessoas votadas para receber o prémio», entre as quais também a AGAL, Ângelo Cristóvão, a Associação Pró Academia,  ASPG-P, Chrys Chrystello, Ernesto Vázquez Souza, Fernando V. Corredoira, a Fundaçom Artábria, a Gentalha do Pichel, Martinho Monteiro Santalha ou o Movimento Internacional Lusófono (MIL).

Porém, o padroado decidiu outorgar o prémio à AGLP por, entre outras, algumhas das seguintes razons:

  • Porque, pola primeira vez, «na Galiza temos uma Academia da Língua».
  • Por existir «um antes e um depois», desde a sua constituiçom «a respeito da projecçom e da realidade da língua galega na Lusofonia toda, e como um elemento mais dela».
  • Por ter feito realidade com o seu trabalho «que os escassos galeguismos diferenciadores, que existem no português da Galiza, entre 800 e 1.300 palavras, algumas comuns com o norte de Portugal, que nom eram recolhidos nos dicionários comuns de português, hoje já estejam incorporados aos principais dicionários de português».
  • Polo prestígio «justamente ganho na sua curta história» e «polo leque escolhido de magníficas personalidades da Galiza que a componhem».
  • Por ajudar a criar «umha imagem prestigiosa da língua da Galiza, na Galiza e no nosso mundo».
  • Por «sabermos que premiando a Academia estamos premiando todos os seus componentes e as pessoas e instituiçons promotoras do projecto».

O prémio será entregue em 12 de junho numha ceia que terá lugar no "Hotel Congreso" (Montouto, Teu), «que, decerto, há de se converter numha afirmaçom do reintegracionismo», enfatiza a Meendinho. Para comunicar e reservar a assistência à ceia é necessário escrever para meendinho[arroba]galiza-gz.info ou ligar para o +34 661 418 661.

 

+ Ligaçons relacionadas: