A direcçom do Canal 9 recorta as dobragens ao catalám

Empresas e trabalhadores danificados estudam a possibilidade de fazer mobilizaçons

Sexta, 15 Janeiro 2010 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL Países Cataláns – A política de austeridade de Radiotelevisió Valenciana, anunciada polo seu director-geral José López Jaraba, ameaça com reduzir mais ainda a presença do catalám. Para poupar, Canal 9 recortará em 75% as dobragens ao catalám. Porém, pagará 6 milhons de euros por emitir Fórmula 1 até 2015.

O sector danificado, 14 empresas valencianas que trabalham realizando as dobragens para o ente público, estudam a possibilidade de fazer mobilizaçons, segundo afirmou Rosa López, presidenta do Colectivo de Profissionais da dobragem.

Os trabalhadores aludidos, que fazem a maior parte de trabalhos para Punt 2 (o segundo canal autonómico), manifestárom a sua preocupaçom polo desmantelamento de umha televisom que nasceu para emitir integramente em catalám, e porque os filmes em valenciano som colocados nas grelhas de programaçom a horas intempestivas.

«Somos um elemento essencial para a televisom e a normalizaçom da língua», afirmou López perante os recortes, que já fôrom fortemente criticados pola oposiçom.