O EAJ-PNB quer que TVE emita em basco para apoiar a língua

Uribe-Etxebarria assinala que RTVE tem a obriga e a responsabilidade de contribuir à normalizaçom e extensom do uso do basco

Quinta, 28 Janeiro 2010 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL – O parlamentário do Partido Nacionalista Basco (EAJ-PNB) no Parlamento de Euskadi, Luke Uribe-Etxebarria, reclamou que Radio Televisión Española (RTVE) ofereça emissons na língua própria do País com o intuito de contribuir para a normalizaçom desta língua.

Uribe-Etxebarria, que registou umha proposta neste sentido na Cámara autonómica, indicou que RTVE, como ente público, «tem a obriga e a responsabilidade de contribuir à normalizaçom e extensom do uso do basco, já que realiza programas para a audiência basca em território euskaldun [bascófono]».

Nesta linha, Uribe-Etxebarria lembrou que o artigo 6 do Estatuto de autonomia de Euskadi «estabelece que o basco é, junto com o espanhol, o idioma oficial de Euskal Herria», e assegurou que os bascos «tenhem o direito a conhecer e utilizar por igual» as duas línguas, e que as instituiçons públicas «tenhem a obriga de velar por isso». Para o parlamentar do EAJ-PNB, se RTVE emitisse também em basco, este havia de ser um sinal de que «estamos ante um Estado que se define como plurilingüe».

Em referência ao incremento do número de freqüências que permite a emissom por TDT, indicou que «os espectadores contamos cada vez com um número maior de canais de televisom», ainda que «polo momento, só ETB-1 e ETB-3 emitem em basco». «A previsom é que logo contemos nos nossos televisores com mais de cem canais, polo que a presença do basco será à baixa», concluiu Uribe-Etxebarria.