A Lei do aranês continua adiante apesar da rejeiçom do PP

Mais um passo no reconhecimento da identidade cultural e lingüística do Vale do Arã

Segunda, 15 Fevereiro 2010 09:47

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Situaçom do Vale do Arã respeito do resto da Catalunha administrativa

PGL - O Parlamento da Catalunha rejeitou na semana passada a emenda do PP contra o projeto de Lei do aranês, que vai fomentar e proteger esta língua e garantir o direito dos araneses para a usarem no relacionamento administrativo.

Desta forma, o projecto continua adiante e dam-se passos para o efectivo reconhecimento da singularidade cultural e lingüística deste vale que, apesar de formar parte da Catalunha administrativa, tem como idioma próprio o aranês, umha variante da língua occitana.

Numha intervençom qualificada de «histórica» por ter sido proferida na íntegra em aranês, o vice-presidente catalám, Josep Lluís Carod-Rovira, salientou que pola vez primeira se vai lograr a regulaçom do fomento, defesa e protecçom desta língua.

Em plena polémica pola Lei de Veguerias (distritos), mercê à qual o vale ficaria sem distrito próprio e passaria a incluir-se no Alto Pirinéu, Carod-Rovira defendeu que a Lei do aranês evidencia o «compromisso» com o reconhecimento e respeito da identidade do Arã.