Escócia estreia televisom em gaélico

Horário das emissons será das cinco da tarde à meia-noite

Sábado, 20 Setembro 2008 03:25

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Ontem à noite começárom as emissons de um novo canal de televisom. Chama-se BBC Alba e dirige-se à comunidade gaélica da Escócia, formada por uns 60.000 falantes distribuídos sobretudo na zona norte-ocidental do país (Alba, em gaèlic).

Esta iniciativa da estaçom pública británica BBC, em colaboraçom com o governo escocês (através de MG Alba), pode-se sintonizar em toda a Gram-Bretanha por satélite (Sky 168 e Freesat 110) e cabo (Virgin Media). Para os responsáveis pola estaçom, «o lançamento da BBC Alba representa um fito na história das emissons em gaélico e para a comunidade de falantes desta língua celta, mas também se espera que amplie a oferta televisiva de qualidade à audiência escocesa em geral».

Para chegar aos tele-espectadores que nom falam gaélico, serám retransmitidos os programas legendados em inglês. O horário das emissons será das cinco da tarde à meia-noite e à grelha terá programas desportivos (até três horas na semana de futebol, ráguebi e shinty), culturais, noticiários (com o telejornal An Là às oito da tarde), infantis e de entretenimento. Também terá cursos de gaélico.

Até agora, o gaélico tinha umha presença testemunhal na televisom através do canal digital privado TeleG (desde 1999) e, também, de alguns programas emitidos no canal analógico BBC Two Scotland, maioritariamente anglófono. Estes programas continuarám a ser emitidos até o apagom digital, em 2010. A BBC também mantém umha rádio em gaélico, BBC Radio nan Gàidheal (com intermitências desde 1923), e um portal de notícias por internet.

No contexto das línguas celtas, a BBC Alba soma-se ao canal público irlandês TG4 (com umha quota de tela de 3%), a algumas emissons em gaélico da BBC para o norte da Irlanda e a TV Breizh, um canal de televisom por satélite privado que se propunha emissons bilingües em francês e bretom, mas que acabou desprezando da grelha esta última língua. O caso mais exitoso é o de S4C, o canal televisivo galês que no ano passado completou os vinte e cinco anos de emissons.

 

+ Fonte: