ONU destaca importáncia da educaçom bilingüe para o desenvolvimento das comunidades minoritárias

Gay McDougall, destaca benefícios da educaçom bilingüe para saída da pobreza e desprotecçom de minorias étnicas

Terça, 27 Julho 2010 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - A experta da Organizaçom das Naçons Unidas Gay McDougall reconheceu-se favorável à educaçom bilingüe no contexto de sociedades que constituem minorias étnicas para dar saída às situaçons de pobreza e desprotecçom em que se encontram.

A conclusom foi extraída após a visita da especialista ao Vietname, onde se certificárom progressos económicos e sociais. A acçom realizada neste país a nível lingüístico repercutiu positivamente na situaçom económica. A natureza desta acçom foi iniciar a educaçom desta comunidade na sua própria língua.

Segundo McDougall, «o acesso a umha educaçom apropriada e de qualidade é para as minorias étnicas a porta de entrada ao desenvolvimento económico e a erradicaçom da pobreza», sem perder de vista que a educaçom bilingüe é «essencial» para a preservaçom e promoçom de culturas, línguas e identidades minoritárias. Em sua opiniom, o Vietname é um exemplo que se reproduz em muitos outros estados do planeta, que vivem um período de crescimento económico e avanços cara ao cumprimento dos Objectivos do Milénio da ONU, mas quedam outros problemas sem solucionar.

O Vietname é um exemplo de estado com umha maioria étnica diferenciada, os viet, que conformam 86% da populaçom, mas com mais outras 53 distintas etnias reconhecidas, as quais nom tenhem o direito à educaçom na sua própria língua. McDougall assinala que também existe a necessidade de reconhecer liberdades como a religiosa, a de associaçom ou a de expressom.

 

+ Ligaçons relacionadas: