A ediçom curda do 'Made in Galiza', melhor livro nessa língua em 2010

O título em curdo do livro é Di xewnan de jî ez ê zimanê xwe winda nekim, que traduzido ao galego seria Nem em Sonhos Vou Perder a Minha Língua, e está editado por Avesta

Segunda, 10 Janeiro 2011 09:14

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Segundo o site curdo Diyarname, a ediçom nessa língua do Made in Galiza é o melhor livro em língua curda do ano 2010. A obra de Séchu Sende já fora premiada como Livro do Ano em 2007 pola Associaçom de Editores Galegos.

O título em curdo do livro é Di xewnan de jî ez ê zimanê xwe winda nekim, que traduzido ao galego seria Nem em Sonhos Vou Perder a Minha Língua, e está editado por Avesta.

A obra comercializou-se a 17 de maio, Dia das Letras Galegas, só dous dias depois do Dia das Letras Curdas. Foi traduzido por até 35 pessoeiros curdos, e prublicárom-se três edições conjuntas de 1.000 exemplares cada umha.

No prólogo da editora Avesta explica-se que umha parte importante da situaçom do curdo está ligada com a psicologia. Por este motivo, no livro pode-se comprovar como «este problema nom é apenas dos curdos, despreciar-se a si próprio é umha caraterística comum dos povos submetidos».

 

+ Ligações relacionadas: