Ikastola Ibaialde de Sartaguda em perigo de desaparecer devido à lei do banconço em Navarra

Sartaguda é umha comarca da zona Sul de navarra onde som vulnerados os direitos linguísticos dos seus habitantes

Sexta, 03 Fevereiro 2012 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGLIbaialde Ikastola nasceu no ano académico 2001-2002 ao se unirem duas ikastolas, Muskaria de Lodosa, surgida em 1991 e Deikaztelu de Sartaguda, em 1986, cuja origem era a ikastola da localidade de Deikaztelu criada em 1976 e que tivera de ser fechada ao nom dispor de alunado.

Este ano completam-se 25 anos desde a criaçom da ikastola de Sartaguda e devido à precária situaçom económica decidirom que a sua prioridade era pedirem ajuda, na vez da festa inicialmente programada.

Esta ikastola, que tem caráter comarcal, atende na atualidade 73 alunas e alunos de 53 famílias, desde os 18 meses até os 12 anos, e está situada na comarca da zona sul da Navarra, apostando por oferecer umha educaçom em euskara com o mesmo nível de qualidade que os demais estabelecimentos de ensino.

Escolarizan cá, alunas e alunos de sete povos, incluindo os riojanos de Pradejón e Alcanadres, mas com muitas escassezas e limitaçons de meios, quer materiais, quer económicos, já que a lei do basconço aplicada polo governo navarro restringe os direitos lingüísticos dos seus habitantes ao incluirem esta comarca na zona nom bascófona, polo qual nom recebe qualquer um tipo de ajuda de dita administraçom.

Dos inícios deste projecto tivérom que ultrapassar múltiplos entraves, como serem os únicos falantes de euskara num entorno nom euskaldun, além de começarem do nada, sem quase meios, e com orçamentos muito limitados. Mália todas as dificultades, apostarom com vontade e esforço por seguir para frente, com a colaboraçom de mães, pais, mestras, mestres, e alunado, além da Federaçom de Ikastolas, ainda hoje em dia a situaçom económica chegou a um momento crítico.

É assim que, a Deputaçom Foral de Guipúscoa vai doar à ikastola navarra um euro por cada aluna e aluno que estude na rede de ikastolas do herrialde guipuscoano, portanto irám ser enviados uns 24.000 euros, num gesto de solidariedade. Martín Garitano, pediu ao governo de Navarra que encontre umha “saída digna” para os graves problemas económicos que esta ikastola está a sofrer, já que, polas suas palavras, a responsabilidade última tem de ser assumida polo executivo navarro.