A Guarda Civil apaga a emissão digital da ETB em Nafarroa

EA, cuja militância pagou o sistema (12 000 euros) irá tomar todas as medidas legais que se justificarem

Sexta, 09 Março 2012 20:07

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Maiorga Ramírez junto ao retransmissor de Erreniega | Foto: Gara

ASEH -Iruñerria [comarca de Pamplona] deixou de receber o sinal digital da ETB na quarta-feira. O apagão não foi um problema técnico, mas resultou de uma acção policial, que já tinha sido prevista pela delegada do Governo em Nafarroa, Carmen Alba, há algumas semanas.

Segundo parece, na quarta-feira de manhã vários agentes subiram até Erreniega, entraram no retransmissor que o EA alugou à Iberdrola e desligaram o aparelho que possibilitava uma melhor recepção da ETB1 e ETB2, canais que, por outro lado, também podem ser captados nos televisores configurados para receber sinal analógico.

Para o EA, cuja militância pagou o sistema (12 000 euros), esta acção foi arbitrária e representa um salto qualitativo, pois jamais uma emissora tinha sido censurada por «motivos políticos». O deputado Maiorga Ramírez, que foi até lá acima para ver o que se tinha passado no retransmissor de Erreniega, afirmou ter «sérias dúvidas de que a acção policial seja legal» e que, por isso, «irão tomar todas as medidas legais que se justificarem». Disse ainda que o seu partido ou a empresa que contratou não foram avisados do encerramento. Só se aperceberam quando os canais perderam o sinal.

 

+ Mais info:

  • Ver: Gara
  • Ver também: «A Guarda Civil inutiliza o retransmissor que permitia captar a ETB em Iruñerria» (SareAntifaxista)
  • Entrevista: Floren Aoiz: Análise política (Info7 Irratia)