Os bretons conseguem o seu domínio a internet

O ICANN aprova a criação do domínio de primeiro nível .bzh, vinculado à Bretanha, a sua língua e a sua cultura

A associação que impulsionou a petição diz que o domínio estará operativo dantes que acabe no ano

A Asociación Puntogal vê muitas possibilidades para que o domínio galego também seja aceite

Quarta, 15 Maio 2013 09:59

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Nationalia - Os bretões celebram que o organismo que regula os domínios de primeiro nível a internet, a ICANN, decidiu autorizar o .bzh, o domínio que corresponde "à Bretanha, à sua cultura e à sua língua", como explicam os impulsores da campanha. Numa decisão histórica, a ICANN não tão só abriu a porta ao domínio bretão, mas também a vários domínios correspondentes a empresas e ao da cidade de Paris (.paris).

A campanha a favor de um domínio bretão foi iniciada em 2004 com uma forte participação da sociedade civil bretã, e contava com o apoio do Conselho Regional da Bretanha e de vários conselhos gerais do país.

Segundo a associação que impulsionou a petição -e que somou mais de 21.000 apoios- os primeiros domínios .bzh poderiam estar disponíveis ao longo do segundo semestre deste mesmo 2013. A entidade disse que poderão pedir o domínio as pessoas residentes na Bretanha e também aquelas que, do resto do mundo, se dedicarem a promover a língua e a cultura do país.

Na Galiza luz verde neste verão

Outro território que espera ter o seu próprio domínio de primeiro nível é a Galiza, onde a Asociación Puntogal dizia no mês passado que, segundo os seus cálculos, o domínio .gal poderia ficar definitivamente aprovado este verão. A entidade explicava então que a ICANN não tinha encontrado nenhuma objecção à candidatura galega.

O domínio está pensado para as web vinculadas com a língua e a cultura galegas.