Deputado catalão expulso do Congresso espanhol por ter falado em inglês

Denunciava a carência de diálogo do Governo balear e as suas intenções com o decreto de línguas

Quarta, 18 Setembro 2013 09:54

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL | Vilaweb - A vice-presidenta primeira do Congresso espanhol, Celia Villalobos, expulsou ontem o porta-voz da Esquerra Republicana de Catalunya (ERC), Alfred Bosch, quando criticava o modelo educativo das Ilhas no debate sobre uma proposição de lei apresentada pla UPyD contra a corrupção e a regeneração democrática.

Pouco depois de ter começado a intervenção, Villalobos advertiu Bosch que se centrasse no debate sobre a proposição de lei se não queria que lhe retirasse a palavra. O porta-voz de ERC continuou o discurso, em inglês, e quando voltou a ser interpelado  por Villalobos perguntou se os deputados não podiam aplicar o trilinguismo, como no sistema educativo das Ilhas. Logo a seguir, foi expuso.

Enquanto teve a palavra, Bosch denunciou que o PP se tivesse enfrentado à comunidade educativa 'impondo sem diálogo um decreto de línguas enganoso' e usando 'o engodo do trilinguismo para destruir o sistema escolar, a língua catalã e a comunidade educativa'.

O porta-voz de ERC disse que tinha a impressão que não queriam normalizar o inglês e começou a falar, em inglês. Villalobos voltou a interrompê-lo e reclamou-lhe que deixasse de falar do inglês e das Baleares. Bosch, molesto, perguntou por que os deputados não podiam aplicar o trilinguismo e os alunos das Baleares, sim.

 

Vídeo da intervenção de Alfred Bosch