O português vigésimo terceiro idioma da Escócia

Mais de três mil pessoas declararam no último censo de 2011 que falavam a nossa língua

Quinta, 17 Outubro 2013 14:46

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Há poucas semanas o escritório de estatística escocês começou a publicar os dados do último censo da Escócia, correspondente a 2011. Entre os dados expostos, há sobre a população, sobre a moradia, sobre a sanidade, sobre a identidade, sobre a adscrição étnica, sobre a religião e sobre a língua dos 5.295.403 habitantes, o número mais alto na história deste país. É neste parágrafo linguístico onde podemos descobrir que, na lista de 187 línguas faladas na Escócia, o português ocupa a 23ª posição.

Em concreto, a nossa língua aparece justo por baixo do tagalog/filipino, com 3.379 falantes declarados, e por cima do turco e do chinês mandarim. O censo de 2011 deteta que, em casa, 4.740.547 escoceses só falam inglês. Em 55.817 lares, também se usa o scots, uma língua germânica ocidental de raiz anglo-saxã; o polaco, em 54.186; e o urdu, em 23.394.

A respeito de outras línguas também faladas na Península Ibérica, o espanhol aparece com 10.556 falantes, o catalão com 248 e a línguas basca com 50. De outra banda, o censo deteta uma baixada no uso da língua própria da Escócia, o gaélico escocês: se em 2001 era falado por 1,2% dos habitantes (59.000), em 2011 eram apenas 1,1% (58.000 falantes).

 

+ Fonte da notícia: