Manifesto de Galego Sempre Mais para a manifestaçom de hoje

A palavra de ordem é «Contra o bilingüismo. Pola hegemonia social do galego»

Domingo, 18 Outubro 2009 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Cartaz de GSM chamando à mobilizaçom

PGL - Como já informámos há uns dias, a plataforma Galego Sempre Mais chama a sociedade galega a participar na manifestaçom nacional em defesa da língua que terá lugar em Santiago de Compostela hoje, dia 18 de outubro, às 12 horas. A seguir reproduzimos o manifesto da plataforma.

 

 

 

 

 

Contra o bilingüismo. Pola hegemonia social do galego

O período histórico que estamos a viver é com certeza o pior para a nossa língua. Seria portanto o melhor momento histórico para que todos os grupos e todas as pessoas que temos como meta a hegemonia social do galego uníssemos as nossas vozes e as nossas acçons. O melhor momento histórico para que colocássemos num segundo plano as nossas filiaçons partidárias, as nossas fobias e os nossos preconceitos. O melhor momento histórico para incidir naquilo que nos une, que é muito, e nom naquilo que nos separa, que é menos do que pensamos. O certo é que a divisom, na conjuntura actual, é um luxo que nom nos podemos permitir.

Por isso, a Plataforma Galego Sempre Mais está aqui. Porque o seu único objectivo é que língua da Galiza se torne no referente lingüístico por excelência da sociedade galega, para além do seu sinal de identidade.

Para evitar isto, o governo actual está a seguir umha política de inutilizaçom do galego por meios de duas vias:

A primeira é eliminar ou reduzir a sua presença naqueles espaços sociais que fam com que umha língua seja sentida como tal pola sociedade galega. É o caso do ensino, o acesso a postos de trabalho ou os meios de comunicaçom. Facilita-se assim a hegemonia social do espanhol nestas áreas, já de por si muito acentuada.

A segunda é desligando o galego das outras variedades que sim som hegemónicas nas suas respectivas sociedades, caso de Portugal e do Brasil. Com isto consegue-se estrangeirizar todo o que elas produzem: software, livros, música, cinema. Facilita-se assim que a sociedade galega aceda a estes produtos unicamente em espanhol.

Ambas as linhas de actuaçom tenhem como objectivo restringir as potencialidades do galego, para que continue a ser umha realidade periférica a respeito do espanhol, quando nom facilitar já a sua substituiçom definitiva.

Portanto, a hegemonia social do galego e a estratégia galego-luso-brasileira som os eixos de qualquer política lingüística que aspire a que a Galiza exerça plenamente o seu direito colectivo à língua.

Organismos internacionais nom supeditados aos interesses do Estado, como o Conselho da Europa, tenhem recomendado repetidamente nos seus informes anuais o incremento dos nossos relacionamentos lingüísticos com Portugal e a aplicaçom de políticas de imersom no ensino galego, medidas essas que só seriam possíveis num quadro de verdadeira oficialidade legal do galego.

Em definitivo, a Plataforma Galego Sempre Mais apresenta-se novamente nas ruas de Compostela para defender esses princípios, esperando poder coincidir com outros colectivos também interessados na normalizaçom do galego.

Contodo, as entidades que formamos a Plataforma Galego Sempre Mais temos a firme determinaçom de ir além das convocatórias pontuais, alicerçando umha verdadeira unidade em torno dos referidos princípios. Com esse objectivo, convocamos umha assembleia aberta para o dia 21 de Novembro, em que sentemos as bases de umha nova entidade nacional que trabalhe todo o ano, e nom só em datas simbólicas ou concretas, pola conquista da hegemonia social do galego.

 

Cartaz de Galego Sempre Mais para a manifestaçom do dia 18 de outubro
[prima aqui para ampliá-lo]


+ Ligaçons relacionadas: