Gentalha do Pichel denuncia uso do castelhano na sinalizaçom das obras em Compostela

Aproximadamente metade estavam escritas em espanhol e a outra metade estavam redigidas num galego deficiente

Quarta, 17 Novembro 2010 09:54

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

A Gentalha do Pichel - O grande número de obras que ao longo deste ano se levárom a cabo na cidade deixou evidência a grande desconsideraçom pola língua que emana das nossas instituiçons municipais. A Gentalha do Pichel compilou informaçom sobre a língua usada em todos os sinais utilizados nas obras para desviar o tránsito ou dar informaçom relativa às mesmas aos peons.

Aproximadamente metade estavam escritas em espanhol e a outra metade estavam redigidas num galego tam deficiente que se pode concluir que melhor seria que nom tivessem sido escritas na nossa língua. Podem considerar-se galegos textos como: «Calle cortada por obras. Acceso a garaxes?» Admitiriam as pessoas responsáveis por estes sinais textos com o mesmo número de erros em espanhol?

O Governo municipal devem cumprir com a sua obrigaçom legal de velar pola consideraçom do galego umha língua tam séria como qualquer outra. Para que pagamos os cidadaos e cidadás umha Concelharia de Normalizaçom Lingüística? É para garantir o direito dos galegos a receberem informaçom na sua língua ou para alimentar umha retórica política que apenas funciona nas campanhas eleitorais.

A Gentalha do Pichel observa com muita preocupaçom esta situaçom, apesar de nom ser recente, umha vez que o Governo Municipal, especialmente o departamento conta com legislaçom e atribuiçons para corrigi-la.