Estaleiro Editora apresenta no Porto o seu projecto de ediçom independente

"Editoras: Independentes porquê? Porque fecham, porque resistem…"

Sexta, 04 Março 2011 09:05

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Estaleiro Editora - No marco das II Jornadas Galego-portuguesas de Ediçom Independente, Estaleiro Editora vai participar na mesa redonda "Editoras: Independentes porquê? Porque fecham, porque resistem…" junto das editoras portuguesas Deriva Editores, Edições Mortas, Via Óptima, Edições Antipáticas, Mula, Oficina do Cego e Oficina Arara. Será nesta sexta-feira (venres) 8 de março às 21.30h no Gato Vadio (Rua do Rosário 281, Porto).

 

Estaleiro Editora falará dos princípios do projecto e dum catálogo que já conta com 12 títulos: Plan de fuga, Fume/Insomnio, Manifesto contra o traballo, A revolução pendente, Suburbia, Máquina de guerra, Da revolta italiana á potencia da multitude, Outro xeito de ser, Movidas/Razóns de peso, Tres cores, Descrescimento, crise e capitalismo e Canibalismo. Em breve, vam-se sumar Um dia da minhavidade Bobby Sands, Entre a posmodernidade e a utopía. Unha introdución ao pensamento de Fredric Jamesone Deconstrucións.Unha volta a Jacques Derrida.

Estaleiro Editora é um projecto de ediçom independente, capaz de abrir novos caminhos dentro do sistema literário galego. Pretende-se referente daquelas pessoas criadoras e consumidoras que, como as integrantes deste projecto, demandam umha alternativa ao circuito oficial da literatura e do pensamento subsidiados e tem como objectivo a criaçom de um espaço de liberdade para a dinamizaçom cultural, a inovaçom literária e o pensamento crítico.

Constitui-se assim como um projecto de difusom cultural que, optando por vias de distribuiçom alternativa, rejeita a política dos subsídios e pretende umha ediçom de qualidade a preços reduzidos, cujo mínimo lucro esteja destinado unicamente à produçom de novos materiais e à promoçom e distribuiçom dos já publicados, renunciando autores e editores a qualquer tipo de retribuiçom económica polo seu trabalho. Editará sob licenças Creative Commons, permitindo e ainda fomentando a possível reutilizaçom das suas publicações, só exigindo ser informada da ediçom dos novos materiais, que esta se faga sob o mesmo tipo de licença, citando a ediçom original e também sem ánimo de lucro. Editará em galego, respeitando a opçom normativa das autoras e/ou das responsáveis polos trabalhos publicados

Em Compostela, as II Jornadas Galego-portuguesas de Ediçom Independente organizadas por Estaleiro Editora, Corsárias, Gato Vadio, Casa Viva e Colectivo Hipátia, começarám as actividades na terceira semana de Março do dia14 a 18. Vam-se realizar quatro mesas-redondasna Biblioteca Ánxel Casalàs 19:00 que levam por título: Na Galiza em Galego!, Estado de excepçom normalizado, Pensamento à margem e As caras da crise. Na sexta-feira 18 para encerrar II Jornadas Galego-portuguesas de Ediçom Independente fará-se um Recital poético-musical Copyleft às 22.00 no Bar As Duas(Praça da Oliveira, Compostela).

Todo o catálogo de Estaleiro, pode-se descargar de graça na seguinte ligaçom ou adquirir a preços populares nos habituais pontos de distribuiçom.