Ediçom 2012 do Concurso “Carlos Casares” de contos de nenos para nenos

O certame é convocado pola Agrupaçom Cultural O Facho

Segunda, 13 Fevereiro 2012 20:44

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Em 2008 fôrom recuperados os prémios que a Agrupaçom Cultural O Facho começou a convocar nos anos sessenta. O certame leva agora o nome de Carlos Casares como homenagem a quem em 1968 foi o seu primeiro ganhador com o conto A galinha azul, obra que atingiu a honra de ter sido o fito fundacional da Literatura Infantil e Juvenil Galega contemporânea.

 

Desde entom, alguns dos escritores em galego mais reconhecidos ganhárom ou concorrérom a este prémio.

Na ediçom deste ano podem participar as crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos (Categoria A) e entre os 12 e os 16 (Categoria B). Para além da originalidade literária, o júri também valorizará a riqueza linguística e correçom gramatical dos textos, que devem ser apresentados antes do dia 31 de março de 2012. Os relatos tenhem de ser originais e nom podem ter sido editados por nengum procedimento impresso ou eletrónico. O júri comunicará a sua resoluçom no mês de maio.

Os originais devem ser dirigidos por correio postal para a sé da Agrupaçom Cultural O FACHO. R / Frederico Tápia, 12-1º  15005  Corunha.

Correio electrónico: o_facho_a_cultural[arroba]yahoo[ponto]com[ponto]br

 

BASES DO CONCURSO:

1. Poderám participar rapazes e rapazas que apresentem as suas obras em Língua galega. Os trabalhos apresentados deveram ser originais e inéditos em toda a sua extensom.

2. O prazo de admissom de originais finaliza o dia 31 de Março de 2012 às doze da noite.

3. A apresentaçom de originais para o Concurso fará-se por correio postal dirigido à sede da Agrupaçom Cultural O FACHO. R/ Frederico Tápia, 12-1º 15005 A Corunha. Podendo fazer-se individualmente ou por meio do centro onde frequente os seus estudos.

4. No caso de serem os centros escolares os que apresentem os originais ao Concurso, deverám fazer umha pre-selecçom de um máximo de dous trabalhos por categoria, qualquer outro terá que ser apresentado individualmente.

5. As obras terám de ser relatos originais e nom estarem editados por nengum procedimento impresso ou electrónico, nem terem sido premiados em qualquer outro concurso ou certame literário e em condiçons para que os seus direitos de publicaçom podam ser cedidos à Agrupaçom Cultural O FACHO por período de três anos contados a partir do dia da resoluçom do júri.

6. Para além da originalidade literária, o júri valorizará a riqueza lingüística e o conhecimento gramatical reflectido nas obras.

7. Estabelecem-se duas categorias:

Categoria A: Nenos e nenas de 6 a 12 anos.

Categoria B: Rapazes e raparigas de 13 a 16 anos.

8. As quantias dos prémios serám as que seguem:

Categoria A: 1º 400 € em efectivo - 2º 400 € em efectivo

Categoria B: 1º 500 € em efectivo - 2º 400 € em efectivo

9. Cada autor só poderá apresentar umha obra atendo-se aos seguintes limites de extensom:

Categoria A: Um máximo de cinco fólios

Categoria B: Um máximo de dez fólios

10. As obras terám que se apresentar por duplicado, manuscritas ou mecanografadas, encadernadas ou grampeadas e levarám por detrás do último fólio os seguintes dados:

Nome e apelidos do autor/a.

Endereço e telefone. Correio electrónico.

Centro onde frequenta os seus estudos.

Categoria na qual participa.

11. Os prémios serám eleitos por um júri nomeado pola Agrupaçom Cultural O Facho em resoluçom que se fará público no mês de maio.

12. O júri poderá declarar deserto um ou vários dos prémios do concurso e será o que deverá resolver aquelas situaçons que se apresentem e que nom esteiam contempladas nestas bases, assim como as dúvidas na sua interpretaçom.

13. A participaçom neste Concurso implica a aceitaçom das presentes bases.

 

+ Ligaçons relacionadas: