A Cámara Municipal de Compostela senta no banco dos acusados a Gentalha do Pichel

A Gentalha inicia umha campanha de denúncia e procura de apoios

Terça, 20 Março 2012 13:18

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Imagem da faixa pendurada pela Gentalha do Pichel

Gentalha do Pichel - O vindoiro 9 de abril a associaçom cultural compostelana A Gentalha do Pichel sentará no banco dos acusados. Em junho de 2010 iniciava-se um processo sancionador pola colocaçom dumha faixa na tradicional cacharela de Sam Joám em que podia ler-se “na Galiza só em galego” pola qual se solicita umha multa de 1500€, junto com outra de 300€ por exceder supostamente o horário permitido. Esta sançom de 1500 € por "ocupaçom indevida da via pública" está imposta polo anterior bipartito e executada polo actual governo municipal.

Se bem que ainda nom exista umha sentença em firme, em finais de 2011 denunciávamos como eram congelados da nossa conta 2200€ apesar da existência dum recurso formal por parte da nossa associaçom. Todo isto chega num momento em que Conde Roa, atual alcalde de Compostela, mostrou a sua hostilidade a qualquer manifestaçom cultural que reclamasse valores fundamentais para nós como som a defesa da língua e da cultura galegas ou a auto-organizaçom social. Hostilidade que por outra parte nunca pretendeu dissimular e que vem de longe, já que em 2009 devido às suas pressons. Medida esta última que, por outra parte, nom existe na maioria de locais de Compostela.

Desde hoje até o dia do julgamento -9 de abril- que foi alcunhado como Dia do Associativismo Cultural, na Gentalha do Pichel implementará-se umha campanha de denúnci, buscando novos apoios mediante novas sócias e entidades colaboradoras. Porque como dita o lema da Gentalha: “se remarmos juntas ganhamos”.

 

+ Notícias relacionadas: