Isca! defende a imersom lingüística como método pedagógico

A AGAL foi convidada ao acto de encerramento da Assembleia Nacional da organizaçom juvenil

Terça, 30 Março 2010 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

A nova Mesa Nacional de Isca! no acto de encerramento da Assembleia

PGL - A organizaçom juvenil Isca! organizou no passado sábado a III Assembleia Nacional, presidida polo lema “Medrar para construir, construir para liberar”. Durante toda a jornada debatêrom-se três teses acerca do modelo organizativo, do trabalho realizado no seio de Galiza Nova e do labor no ámbito estudantil. Também se elegeu umha nova Mesa Nacional.

Entre outras muitas questons, nas teses aprovadas na assembleia, Isca! reafirma a sua aposta por umha Galiza Nova que se caracterize pola defesa -sem concessons- da nossa língua, descartando as reacçons "tímidas" e menos combativas. Ainda, aprovou-se umha resoluçom na qual se condena a coincidência do PP com as teses das organizaçons galegófobas e se defende a imersom lingüística em galego como método pedagógico de contrastada eficácia.

No acto de encerramento projectou-se um vídeo em que se exibírom algumhas das acçons protagonizadas por Isca! no último ano, entre outras o protesto de três dos seus militantes -disfarçados de vacas- contra a manifestaçom de Galicia Bilingüe em Santiago de Compostela em fevereiro de 2009 e que acabárom sendo detidos por supostas desordens. Ainda, participárom delegaçons de organizaçons como Galiza Nova, Movemento Galego ao Socialismo, Comités, A Mesa, Sindicato Labrego Galego, Mocidade Socialista Galega, Confederaçom Intersindical Galega, Adiante ou Assembleia da Mocidade Independentista. A Associaçom Galega da Língua (AGAL) estivo representada polo vice-presidente, Miguel R. Penas.

 

No centro, em primeiro plano, o vice-presidente da AGAL

 

+ Ligaçons relacionadas: