Apresentação de 'Santos Júnior e os Intelectuais Galegos' em Alhariz

Sala cheia num ato que foi apresentado polo Presidente da Câmara de Alhariz, Francisco Garcia

Quarta, 28 Março 2012 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Continua a ser apresentado, com grande sucesso, o livro Santos Júnior e os Intelectuais Galegos. Epistolário de Isaac Alonso Estraviz. Esta terceira vez teve lugar o dia 24, sábado, no Lar dos Maiores de Alhariz, às oito da tarde.

O ato foi apresentado polo Presidente da Câmara de Alhariz, Francisco Garcia, quem pronunciou umas sentidas e belas palavras sobre o autor e a língua galega, talvez do mais simples e lindo que se tem ouvido dizer.

 

A atividade, diferente de outras muitas que têm lugar nestes casos, foi em parte coordenada pola Porfessora Manuela Ribeira Cascudo, que preparou com os seus alunos um recitado de poemas intercalados durante a intervenção do autor. Ao falar o interveniente da relação de Santos Júnior com a Galiza e os galegos, Florentino Cuevillas, o aluno João Feijó, recitou o poema de Bouça Brei no seu enterro: Requiem a Cuevillas no cemitério de Ourense. Ao se referir à veneração de Santos Júnior por Rosalia e Camões, recitaram os alunos Beatriz Conde Negra Sombra, a brasileira Marina Gomes Mudam-se os tempos de Camões, e Paulo Feijó Vilanova Uma vez tivem um cravo, de Rosalia. Ao terminar de falar Estraviz, Xavier Cid recitou Adeus rios, adeus fontes, de Rosalia e o italiano Federico Battista, Alma minha gentil, de Camões, homem e mulher, génios que só se dam na nossa Língua.

Só houve um pequeno problema: a música de fundo escolhida para os recitados falhou por culpa de computador que não permitiu que se ouvisse. Mas a ilusão que pusseram os rapazes suprimiu essa deficiência.

Afinal algumas intervenções dos assistentes relativas ao tema ali tratado. E, como sempre, finalizou o ato com a assinatura de exemplares por parte do autor.

O público, como se pode olhar nas fotografia, foi muito numeroso: Alhariz, Cea, Escorna Bois, Ginzo, Ourense, Santa Marinha de Águas Santas, Vigo, estiveram ali presentes.

nosso muito obrigado a Pilar Gallego, vereadora de bem-estar social, por nos ter cedido o seu tempo livre para abrir o local e acompanhar-nos amavelmente.

 

+ Ligações relacionadas: