Um centenar de músicos protagonistas dumha missa multicultural

Harmonia terrenal graças ao Modelo Burela de Planificaçom Lingüística

Sábado, 21 Março 2009 00:30

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Ramom Marful oficiou a homilia dedicada ao Modelo Burela

PGL - Um centenar de músicos de todas as idades e estilos, integrados em diversas formaçons artísticas, participarom de jeito destacado na missa multicultural celebrada às 12 da manhá do dia 19 de Março de 2009 na igreja paroquial de Burela. A celebraçom estava emarcada no programa de divulgaçom do Modelo Burela de Planificaçom Lingüística.

O sacerdote da localidade, Ramón Marful, oficiou umha homilia que dedicou ao Modelo Burela (que está sendo aplicado com  apoio unánime das forças políticas do Concelho) qualificando-o como exemplo de "harmonia entre culturas".

Às 11:45 da manhá, os vizinhos e vizinhas da vila vírom-se surpreendidos pola "recepçom" com a que eran presenteados. No próprio adro paroquial, saudava a sua chegada a Banda de Gaiteiros da Asociación Cultural Ledicia, que interpretou meia dúzia de peças. Seguidamente o Grupo de Cámara dirigido polo professor Bruno Pedre tomou a alternativa, já no interior do templo, interpretando peças clássicas instrumentais, enquanto os fieis ocupavam os seus respectivos assentos. Trás as palavras de boas-vindas, pronunciadas polo sacerdote, a Coral Polifónica de Burela foi alternando o canto da missa junto com o  coro paroquial, dirigido polo professor Jesus Arranz González.

 Durante a consagraçom, a Banda de Percusión Dambara (dirigida polo professor  Albano González Cáncio) fijo ressoar o templo com as notas da Marcha do Antigo  Reino da Galiza. Mais tarde, o músico local Antón Crego (un dos clássicos da  Quenlla, com Míni e Mero) cantou o Nosso Pai, acompanhando a voz com notas de guitarra. Antes da despedida (também no adro) protagonizada de novo por  Dambara, chegou um momento aguardado com especial agarimo: as doze mulheres  afro-galegas de Batuko Tabanka interpretarom ao estilo coral (sem o seu tradicional batuko) umha peça dedicada a Jesus, cuja letra diz:


Ó Jesus, que estás sempre ao meu lado,
no meu peito acendei a Vossa luz;
livrai-nos de todos os pecados,
ajudai-me a levar a minha cruz.

Vamos todos com santa alegria
receber a Jesus com amor;
quanto mais adoremos a Jesus,
mais é digno do nosso amor.

No acto litúrgico participarom também com diversas leituras nenas e nenos representantes da multiculturalidade de Burela.

 

+ Notícias relacionadas: