Proxecto Neo entrevistou José Ramom Pichel acerca da condição de neofalante

Quarta, 16 Janeiro 2013 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O programa Proxecto Neo, que emite Rádio Burela em colaboração com a área de inovação educativa dos Institutos de Monte Castelo e Perdouro, entrevistou José Ramom Pichel Campos acerca da condição de neofalante de galego.

Pichel é engenheiro informático pela Universidade da Corunha e atualmente diretor da área de engenharia linguística da empresa imaxin/software, da qual foi um dos seus fundadores em 1997.

Antes disso, foi uma criança educada em castelhano. A sua família e alguns dos seus primeiros professores eram respeitosos com a língua, mas este “mimo com o galego” não foi uma constante em todos os colégios que frequentou. Como consequência, não se converteu em falante em galego até os dezasseis anos, apesar de “sempre encontrar ilógico não falar a mesma língua” dos seus avós, naturais da Terra de Montes”.

O co-autor de O galego é uma oportunidade / El gallego es una oportunidad explica que se converteu em neofalante por “uma aposta com um companheiro de acampamento sobre quem durava mais tempo falando em galego”; porém, tomar a decisão de também falar em galego com a família foi mais difícil para ele, porque “a língua é um conhecimento do mundo e uma afetividade e mudar de idioma é como mudar de personalidade”. Demorou dez anos em dar este passo. Agora o galego é a sua primeira língua, embora utilizar também inglês, português e espanhol porque a sua empresa se relaciona com outras de Irlanda, Reino Unido, EUA, Portugal, Brasil e França.

Perguntado pelas ferramentas tecnológicas criadas pela sua empresa, o engenheiro Pichel respondeu que estão relacionadas principalmente com a língua, como corretores ortográficos, corretores gramaticais e tradutores automáticos com código aberto.

 

+ Ligações relacionadas: