Conversa na EOI de Vigo com o poeta brasileiro Márcio-André

Segunda, 18 Março 2013 08:07

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O Departamento de Português da Escola Oficial de Idiomas de Vigo organiza para este serão uma conversa com o poeta brasileiro Márcio-André. A atividade inicia às 19h30 no auditório da EOI, e será uma magnífica ocasião para as pessoas interessadas se aproximarem do trabalho deste escritor e performer, o qual esteve há um mês em Compostela.

Nascido no Rio de Janeiro em 1978, Márcio-André trabalha a escrita, bem como a dimensão sonora e visual. É autor de quatro livros de poesia e ensaios, além de colaborar com jornais como O Globo, Jornal do Brasil ou O Estado de Minas, e com revistas brasileiras e internacionais. Foi traduzido para dez idiomas, além de integrar as antologias Poesia do Mundo, O que é poesia?, Todo começo é involuntário - a poesia brasileira no início do Séc. 21, Poétes Brésiliens d´aujourd´hui, 24 letras por segundo, entre outras.

A sua poesia inspirarou o filme The Gospel according to the sea, de 2011, dirigido pela cineasta teuto-canadense Iva Kvasnička. Poeta experimental, com obras na área do vídeo, da instalação e da arte de ação, realizou performances e exposições em diversos países. Ao lado de Maria Bethânia, Zeca Baleiro, Edu Lobo e outros, leu poemas para o documentário e videoinstalação Há muitas noites na noite, de Silvio Tendler. Por conta de sua Conferência Poético-Radioativa (2007) na cidade fantasma de Chernobyl, na Ucrânia, tornou-se, nas suas próprias palavras, «o primeiro poeta radioativo do mundo».