Susana Sánchez Arins apresenta o seu poemário "A Noiva e o Navio" em Lisboa

Sexta-feira, 14 de junho, às 19h00, no Museu da República e Resistência

Quinta, 13 Junho 2013 07:30

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Esta sexta-feira, às 19h00, no Museu da República e Resistência em Lisboa, terá lugar o lançamento do poemário A Noiva e o Navio, de Susana Sánchez Arins.

A primeira vez que embarcas vês-te envolvida por uma vertigem de palavras estranhas. a ti, que só usaches cordas para brincar quando nena, abruma-te desconhecer a diferença entre um envergue, uma driça, uma ostaga, uma escota ou uma troça. descobres que não há direita ou esquerda, mas couso e meo; nada cai ou é pousado, todo se arria; viras, aproas-te, orças, arribas, mas de torcer ninguém fala (...)

O parágrafo acima é parte da descrição do livro que aparece na loja on-line Imperdível. A seguir, reproduzimos um dos poemas que integram este trabalho:

surpresa

como um refacho onde menos o esperas
na calma do campelo por exemplo
e a dorna escora e balança
agatunhas na outra banda
como rato água no corredor
e balouça
e orças e arribas e soltas escota
e foge e cana e perdes o rumo
e há uma bateia e vês-te no mar
assim abanaches o meu mundo
quase dou quilha arriba.

 

A autora

Susana Arins nasceu em Vila Garcia de Arouça em 1974 mas é estradense de criança. Licenciou-se em Filologia Hispânica e Portuguesa na USC, dedicando-se na atualidade à docência no ensino secundário. Em 2008 ganhou o XXI Premio Nacional de Poesía Xosé María Pérez Parallé, com a obra [de]construçom, editada em Espiral Maior. Som da sua autoria os blogues comopamdaboca.blogspot.com e blogoteca.com/dedoscomovermes.