Chefia Territorial da Junta em Ponte Vedra envia material só em espanhol

Mesmo que a língua maioritária seja o castelhano, «sempre há alunado galego-falante», lembra o sindicato

Terça, 15 Fevereiro 2011 08:48

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - A CIG-Ensino denuncia que a Chefia Territorial da Junta em Ponte Vedra enviou ao colégio de Randufe, em Tui, apenas material, livros e jogos em espanhol para a nova sala de aulas de ifantil. O responsável do Governo na província justificou-no aludindo ao inquérito realizado a pais e mães sobre a língua materna das crianças.

Do sindicato denunciam a «tergiversaçom» que se pretende fazer com os resultados destes inquéritos que a Conselharia da Educaçom «tem ocultos», pois depois destes resultados serem reclamados pola CIG-Ensino em todas as Mesas Sectoriais havidas neste curso, a Junta continua sem dar resposta ao pedido.

Neste contexto, da CIG perguntam-se se a ocultaçom dos dados do inquérito «obedece a que pretendem utilizá-los exclusivamente para o seu interesse que, como estamos comprovando dia após dia, se concreta na reduçom da presença do nosso idioma nas salas de aulas».

Por último, do sindicato lembram que, mesmo em caso que os resultados do inquérito revelem que o estudantado se comunica mormente em espanhol com os progenitores, «sempre há, nas salas de aulas, estudantado galego-falante». Aliás, para as crianças adquirirem progressivamente fluência no nosso idioma, «devem receber, ao menos, uma parte do ensino em galego».