O parlamentar Bieito Lobeira denuncia ter sido ameaçado pola Polícia por falar galego

No decurso de um controlo policial teria sido «coagido» para falar em castelhano

Quarta, 09 Março 2011 15:57

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O porta-voz de Língua do BNG no Parlamento, Bieito Lobeira, reclamou «amparo» da Câmara nacional e denunciou ter sido ameaçado por agentes da Polícia espanhola, informa a agência Europa Press.

Segundo a agência, o parlamentar nacionalista relatou à presidenta do Parlamento, Pilar Rojo, que foi retido num controlo policial e que no decurso foi «coagido» para falar em castelhano, situaçom perante a qual se reafirmou no direito de se exprimir em galego.

A informaçom da Europa Press cita palavras de Lobeira em que o parlamentar assegura que um dos agentes o ameaçou com umha denúncia, «negando-me a notificar por qual razom», e que se despediu dele com um «tendrás noticias nuestras» ou «ya te enterarás cuando recibas la denuncia».

Nom som factos isolados

As denúncias de maus tratos policiais por nom usar o espanhol nom som exclusivos da Polícia espanhola, como tampouco se trata de factos isolados. Ao contrário, as queixas som constantes, e polo geral os agentes saem impunes destas situaçons.

Também hoje conhecíamos informaçons da Plataforma per la Llengua (Plataforma pola Língua) da Catalunha em relaçom a policiais espanhóis que pugérom denúncias a pessoas que se acolhêrom ao seu direito de nom falarem castelhano.