1º de Abril: Assinado protocolo pela receção das televisões portuguesas na Galiza... e as espanholas em Portugal

A receção coincidirá com o início do festival Eurovisão, em que participam os Homens da Luta, que contam com clube de fãs na Galiza

Sexta, 01 Abril 2011 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Clube de fãs galego dos Homens da Luta

PGL Portugal (*) - Galiza está de parabéns. Depois de anos de intenso trabalho e ativismo, por fim a norte do Minho será possível acompanhar as emissões das televisões e rádios portuguesas. Se se cumprir a calendarização fixada inicialmente, na primeira semana de maio o sul da Galiza poderia 'apanhar' já emissoras como a RTP através da TDT.

Com motivo dos 125 anos da ponte internacional que une Valença do Minho (Portugal) com Tui (Galiza), responsáveis governativos espanhóis e lusos que participaram no evento assinaram o ansiado protocolo para permitir sem restrições a receção das rádios e televisões espanholas em Portugal, e das lusas na Espanha —não apenas na Galiza—.

Para a Galiza a notícia será duplamente boa, pois ao tempo que se cumpre uma reivindicação histórica da sociedade civil mas conscienciada, os prazos estabelecidos permitirão que, pela vez primeira, galegos e galegas tenham hipóteses de acompanhar o festival Eurovisão —que decorre em Düsseldorf de 10 a 14 de maio—de uma maneira diferente à tradicional.

Precisamente, a Espanha estará representada por uma galega, Lucía Pérez, enquanto Portugal o estará pelos Homens da Luta, que já contam com um importante clube de fãs a norte do Minho.

NOTA: 'O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir''. Esta notícia foi o nosso modesto contributo para o Dia da Mentira de 2011, festejo tradicional galego (e comum a outros países lusófonos) em cuja recuperaçom o PGL leva vários anos envolvido.

 

 


(*) Informação elaborada por Rita Ditamenda para o Portal Galego da Língua. É permitida reprodução citando fonte.

 

 

 


Esta notícia é mentira, é o nosso contributo ao 1 de abril

«O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir»