Malaca Casteleiro acredita que português pode ser oficial na ONU em cinco anos

Seria a sétima língua oficial das Nações Unidas

Segunda, 18 Abril 2011 07:30

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Professor João Malaca Casteleiro, da Academia das Ciências de Lisboa

PGL Portugal - O linguista João Malaca Casteleiro, membro da Academia das Ciências de Lisboa, afirmou para a agência LUSA considerar que o português se torne língua oficial da ONU nos próximos cinco anos, acreditando, pois, «inevitável» uma reforma dessa instituição para acolher o que seria sétimo idioma oficial das Nações Unidas.

As declarações de Malaca Casteleiro foram proferidas na sequência do 15º Colóquio da Lusofonia, que decorre em Macau e onde continua a haver ano após ano representação galega.

Segundo Malaca Casteleiro, o Brasil tem uma «capacidade maior» para projetar o português a nível internacional, se bem Portugal está a fazer um «enorme» investimento na promoção da língua apesar de atravessar uma situação económica «difícil».

Em opinião do linguista, neste momento «espera-se que, com a grande projeção do Brasil no plano internacional e uma possível entrada no conselho permanente das Nações Unidas, a língua portuguesa se acrescente às seis línguas oficiais daquela organização, o que poderá acontecer nos próximos três, quatro, cinco anos», disse.

 

+ Ligações relacionadas: