AGAL e SOQNF ganham Prémio Meendinho 2011

A adjudicaçom fizo-se entre as entidades que recebêrom mais votos populares

Quarta, 18 Maio 2011 07:38

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O padroado da Fundaçom Meendinho, numha reuniom que tivo lugar em Compostela o 17 de Maio, decidiu que a Associaçom Galega da Língua (AGAL) e a plataforma Sei o que nos Figestes... nos Últimos 525 Anos (SOQNF) sejam proclamadas ganhadoras do prémio que outorga anualmente a entidade.

A adjudicaçom fizo-se entre as entidades que recebêrom mais votos populares conforme as bases do prémio «e após o correspondente debate», indicam da Fundaçom.

No caso da AGAL, o padroado da Meendinho valorou que a associaçom cumpre em 2011 o seu «frutífero 30 aniversário»; que o reintegracionismo e a dignificaçom da nossa língua e o seu inserimento no âmbito internacional que lhe é próprio «seria ininteligível sem o concurso da AGAL»; que a associaçom forneceu materiais e ferramentas «de grande valor» ao povo galego «para a recuperaçom da língua com um projeto culto e descolonizado»; que foi e e é «escola de formaçom» para todo o reintegracionismo; e que nestes trinta anos de vida, com a atual direçom «continua com um trabalho bem feito que nos orgulha a todos e todas».

Por sua parte, SOQNF foi premiada pola sua capacidade de, «com o humor ridiculista», apresentar «maravilhosos negativos da nossa sociedade e dos factos que nela ocorrem». Também se valorizou a capacidade de ensinar «as novas gerações a descobrirem o que se agacha trás de propostas bem diversas», ter um compromisso com a Galiza e o seu povo «que é o fio condutor de todas as suas atuações». Ainda, o padroado da Fundaçom considerou que a plataforma tenha desvendado «verdades bem grandes» que se econtravam ocultas «trás pretensas máscaras de realismo e acriticismo», e que tenha preparado o povo galego para que de modo inteligente saiba em que se investem os dinheiros «e nom se deixe ser roubado».

Como é costume, o prémio será entregue «num importante ato social», que será anunciado proximamente.

 

+ Ligações relacionadas: