Junta continua a reduzir a compra de livros em galego

Em 2010 o recorte é mais de 36% respeito de 2009

Segunda, 18 Julho 2011 07:19

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Desde que o PP volve estar à frente da Junta, a compra de novidades editoriais em galego foi-se reduzindo de maneira continuada. Neste ano o recorte é de mais de 36% respeito de 2009, informa Galicia Confidencial.

O investimento realizado pola Conselharia da Cultura em 2009 foi de 1,01 milhons de euros, dos quais 892.000 fôrom com o PP a governar o resto com o governo anterior —as eleiçons foram em março e a toma de posse de Feijóo demorou até abril—.

Já em 2010, primeiro ano inteiramente governado polo PP, a descida foi de 12%, situando-se em menos de 872.000€. E este ano, a compra é de 642.283€, isto é, 36,41% menos. Galicia confidencial detalha também quais fôrom as editoras beneficiárias, dentre as quais destacam Xerais e Galáxia, com quase 100.000€ cada umha.