O galego, «nexo de uniom com umha das economias mais potentes do mundo»

Artigo no Xornal de Galicia defende a nossa língua como valor estratégico no relacionamento com o Brasil

Quinta, 28 Julho 2011 07:39

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Cada vez som mais as vozes que se somam a reivindicar o galego como um valor estratégico no relacionamento com o Brasil. Um dos mais recentes chega de Jordi Ballera, um dos responsáveis em Madrid da consultora de comunicaçom Edelman, num artigo para o Xornal de Galicia.

Começa o artigo a falar da visita de um amigo seu, natural de Nova Iorque e trabalhador no setor do automóvel, quem lhe contou que estava a aprender português devido a o Brasi lser o quarto mercado mundial no setor, além da sétima economia mundial.

Segundo Ballera, provavelmente o seu amigo «precisará alguns anos para aprender a língua» mas um galego-falante «nom demorará mais de um mês em falá-lo fluentemente». Isto implica umha «grande vantagem competitiva para os galegos que temos de aproveitar». Em sua opiniom, «é irresponsável nom reconhecer que o galego é um ativo fundamental para potenciar a presença das empresas galegas no Brasil e contribuir para o desenvolvimento económico do país».

Depois de falar da transferência de tecnologia e de conhecimento através da língua comum, Ballera conclui o texto lembrando que o galego «é um fator chave na articulaçom cultural do país e o pilar da identidade galega», mas, ainda, «é o nexo de uniom com umha das economias mais potentes do mundo. É imprescindível alentar o seu uso, em todos os níveis académicos, e aproveitar o seu potencial económico e científico».

 

+ Ligaçons relacionadas: