Balsa propom Cimeira Internacional da Lusofonia em Santiago de Compostela

Também acha «interessante» analisar a possível entrada da Galiza na CPLP

Quinta, 01 Setembro 2011 07:28

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Em artigo publicado no El Correo Gallego, David Balsa reclama a celebraçom de umha Cimeira Internacional da Lusofonia em Santiago de Compostela, e salienta a «cada dia maior presença» da CPLP na cena internacional.

Na colaboraçom para o diário compostelano, Balsa lembra que a CPLP foi constituída na Cimeira de Lisboa de 1996 e que tem objetivos «muito similares» aos da Conferência Ibero-americana, criada em 1991 por iniciativa de Espanha e México para fomentar a cooperaçom política, económica e comercial entre os estados membros.

Para Balsa, num momento em que formam parte da CPLP países ou territórios com «escassa presença lusófona» como Macau (China), Goa (Índia) ou a Guiné-Equatorial, seria interessante «abrir um debate na Galiza para analisar a possibilidade da nossa incorporaçom como membro observador ou convidado especial na CPLP». Neste senso, Balsa lembra as «importantes afinidades culturais, lingüísticas e comerciais» entre a Galiza e o resto de países lusófonos.

Por estes motivos, o atual presidente da Conferência Eurocentroamericana pide a celebraçom de umha Cimeira da Lusofonia no nosso país, e propom como lugar idóneo a Cidade da Cultura, cujas «excecionais instalaçons» poderiam servir para acolher eventos do mundo lusófono e «reforçar o papel de Compostela e da Galiza como ponto de encontro entre Europa, a América Latina e a Lusofonia».

Em opiniom de Balsa, umha cimeira destas características também seria umha «interessante» para possibilitar a assinatura de convénios de intercámbio cultural com os diferentes países da CPLP e «abrir as portas para futuros encontros e acordos nos ámbitos empresarial ou político» com que «reforçar a presença da Galiza nestes países».

 

+ Ligaçons relacionadas: