Proposta reintegrante visibilizada em Madrid

Umha naçom, umha seleçom

Terça, 22 Maio 2012 09:38

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - A realizaçom da final da Taça do Rei nesta próxima sexta-feira em Madrid (entre o Athletic de Bilbau e o FC Barcelona) está a provocar, mais uma vez, grande polémica no Reino de Espanha, devido ao confronto de duas corrente político-desportivas muito afastadas.

Por um lado, aquela que reclama a oficialidade de seleçons próprias para a Catalunha, para o País Basco e para a Galiza; polo outro, a espanholista Fundação para a Defesa da Nação Espanhola (Denaes), que pedirá que não seja assobiado o hino espanhol.

As plataformas a favor das seleções da Catalunha, do País Basco e da Galiza (Siareir@s Galeg@s), após o telefonema de vários deputados bascos, galegos e catalães, instarám a que a torcida destes clubes mostre no dia da final o seu apoio à oficialidade das seleções basca, galega e catalã.

Ontem, no Congresso dos Deputados em Madrid, teve lugar um ato que se encerrou com uma fotografia conjunta em que podia ler-se em catalão, éuscaro e galego "Umha naçon, umha selecçom" [sic]. Os grupos políticos presentes foram CDC, ERC, IC-V, BNG e Amaiur.

 

Imagem do Sport