Rejeitada umha demanda por estar redigida em galego

Da Mesa pedem fim ao «racismo lingüístico» contra o nosso idioma

Quinta, 21 Junho 2012 07:07

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

As notificações judiciais na Galiza estám presididas polo escudo da Espanha

PGL - A Mesa denuncia um novo e grave caso de discriminaom contra o galego na Administraçom de Justiça: umha demanda apresentada na nossa língua foi rejeitada, ao mesmo tempo que se exigiu apresentar «traduçom jurada» em castelhano.

A «diligência de ordenaçom» indica também a necessidade de apresentar em castelhano «o resto de escritos que apresentar esta parte [a demandante] durante o procedimento».

O presidente da Mesa, Carlos Callón, denunciou esta situaçom «absurda e discriminatória», e exigiu o fim do «racismo lingüístico» contra o galego. Para já, anunciou o envio de cartas-protesto à Junta, ao Governo espanhol, ao Conselho Geral do Poder Judicial da Espanha e ao Tribunal Superior de Justiça da Galiza.

[Prima para alargar a imagem]