Nasce Círculo Edições, editorial poética galego-portuguesa

Iniciativa literária

Sexta, 28 Junho 2013 09:16

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - No passado sábado, 8 de junho, foi apresentada no Círculo Poético Aberto a Editorial Círculo Edições, um novo projeto de edição para autor/autora, que quer difundir a obra literária Galega do Norte e do Sul. Do seu Conselho Editorial lançam um chamado para colaborar na sua revista, que sairá para outubro.

Apresentação do projeto editorial

O projeto editorial Circulo Edições nasce logo dum processo de reflexão arredor da situação atual do sistema cultural galego. Queremos iniciar uma atuação de mediação entre Galiza e o resto da Lusofonia para fomentar a criatividade poética. Constituímos uma editora para apostarmos pela publicação de autores não conhecid@s, ou pouco conhecid@s, para promocionar e apoiar a nossa cultura e a nossa lingua como futuro indiscutível para o crescimento dum povo. E queremos, ademais, tender pontes cara o mundo lusófono, universo próprio do que nunca tivemos que ter saído.

Somos uma tríade de nova formação, instaurada por três diversas e heterogenias pessoas unidas pelo amor a poesia e a sua terra; Alexandre Insua, Cruz Martinez e rosanegra. Queremos trabalhar por um fim comum que e a criação de livros galegos e em galego, mas, a menor escala e sem pretensão que nos disperse num vazio infrutuoso. Somos uma pequena organização amistosa, um organismo singelo e alternativo para o intercambio cultural galego-lusofono.

O grêmio da poesia e um coletivo pouco divulgado ou pouco entendido e apoiado. Que dizer se e em galego?... O idioma não deveria ser um obstáculo, mais neste caso e um estigma que fomenta a incompreensão e o isolamento em status muito definidos. No caso do galego, muito mais ainda, engaiolado num habitáculo minúsculo e atrofiante. Nos queremos lutar contra isso, contra essas barreiras preconcebidas e obsoletas. Pretendemos ser o outro caminho a seguir, a outra possibilidade para sair do tédio e da exclusão.

Situados em Vigo, foco de movimentos sismico-culturais importantes. Estamos no melhor ponto de encontro, o centro estratégico para unificar a Galiza do norte com a Galiza do sul e mais com a Galiza-alem-do-mar. A nossa pátria e muito maior do que pensamos, supera os limites estabelecidos e salta as fronteiras políticas. Por isso, usaremos todas as ferramentas linguísticas das que dispomos. Ainda que nós adotemos o acordo ortográfico de 1990, o galego internacional como vinculo promotor; aceitaremos tambem outras formas de representação gráfica do galego: a RAG, a AGAL e o Padrão.

Este novo projeto que iniciamos nasce logo de termos compartilhado uns outros recentemente. Por isso, e com a intenção de dinamizar as relações entre Galiza e o resto da Lusofonia, queremos convidar-vos a que nos achegueis as vossas propostas e os vossos trabalhos para serem publicados.

 

Conselho Editorial

rosanegra, Cruz Martinez e Alexandre Insua

Cruz Martinez Vilas

Armenteira – Galiza, 1960. Fundadora de Penultimo Acto (Accion Poetica). Organizadora do ato Circulo Poetico Aberto no Cafe Uf (Vigo).Pertence a Junta Diretiva da Asociacion Cultural O Castro deVigo.Livros coletivos: A porta verde do setimo andar, 2007.XXII Festival da Poesia do Condado: Galiza non se vende!!!, 2008. Accion Poetica Penultimo Acto, 2010. MULHERES entre poesia e luita, 2011. 18 - Unha antoloxia de poesia galega-portuguesa 2012. Doces Loucuras - Louvor aos sorrisos. Colectanea Poetica, 2013. Meis e poesia, 2013.

Entre outros, O primeiro premio no XXII Certame de Poesia en Lingua Galega Rosalia de Castro, co poemario Amante tocada pola antropofaxia em 2008 e o XXVI Poesia en Lingua Galega Rosalia de Castro, co poemario Contemplo o proceso inevitabel da despedida em 2012.

Alexandre Insua Moreira

Vigo – Galiza, 1978. Colaborador na edicao das revistas Panta Rei, Sirxe, e Cen Corvos de Xallas. Coordenador editorial da revista Mais que palabras. Pertence a Junta Diretiva da Asociacion Cultural O Castro deVigo. Livros coletivos: 18 - Unha antoloxia de poesia galega-portuguesa, 2012. Doces Loucuras - Louvor aos sorrisos. Colectanea Poetica, 2013. Meis e poesia, 2013. Licenciado em Filologia Galega e em Filologia Hispanica, esta especializado em Linguistica Geral pela Universidade deVigo.

rosanegra (Rosa Martinez Vilas)

Armenteira – Galiza, 1974. Fundadora de Penultimo Acto (Accion Poetica). Organizadora do ato Circulo Poetico Aberto no Cafe Uf (Vigo). Pertence a Junta Diretiva da Asociacion Cultural O Castro deVigo. Livros coletivos: A porta verde do setimo andar, 2007. Accion Poetica Penultimo Acto, 2010. MULHERES entre poesia e luita, 2011. 18 - Unha antoloxia de poesia galega-portuguesa, 2012. Doces Loucuras - Louvor aos sorrisos. Colectanea Poetica, 2013. Meis e poesia, 2013. Ganhadora do terceiro premio de narrativa Manolo Lado com a obra A bruxa das Galanas, 2002. Ganhadora do terceiro premio de poesia Feliciano Rolan, co poemarioVacaloura dos meus sonos, 2009.
C
r
u
z
M
a
r
t
í
n
e
z
V
i
l
a
s
A
r
m
e
n
t
e
i
r
a
G
a
l
i
z
a
,
1
9
6
0
.
F
u
n
d
a
d
o
r
a
d
e
P
e
n
ú
l
t
i
m
o
A
c
t
o
(
A
c
c
i
ó
n
P
o
é
t
i
c
a
)
.
O
r
g
a
n
i
z
a
d
o
r
a
d
o
a
t
o
C
í
r
c
u
l
o
P
o
é
t
i
c
o
A
b
e
r
t
o
n
o
C
a
f
é
U
f
(
V
i
g
o
)
.
P
e
r
t
e
n
c
e
á
J
u
n
t
a
D
i
r
e
t
i
v
a
d
a
A
s
o
c
i
a
c
i
ó
n
C
u
l
t
u
r
a
l
O
C
a
s
t
r
o
d
e
V
i
g
o
.
L
i
v
r
o
s
c
o
l
e
t
i
v
o
s
:
A
p
o
r
t
a
v
e
r
d
e
d
o
s
é
t
i
m
o
a
n
d
a
r
,
2
0
0
7
.
X
X
I
I
F
e
s
t
i
v
a
l
d
a
P
o
e
s
í
a
d
o
C
o
n
d
a
d
o
:
G
a
l
i
z
a
n
o
n
s
e
v
e
n
d
e
!
!
!
,
2
0
0
8
.
A
c
c
i
ó
n
P
o
é
t
i
c
a
P
e
n
ú
l
t
i
m
o
A
c
t
o
,
2
0
1
0
.
M
U
L
H
E
R
E
S
e
n
t
r
e
p
o
e
s
i
a
e
l
u
i
t
a
,
2
0
1
1
.
1
8
-
U
n
h
a
a
n
t
o
l
o
x
í
a
d
e
p
o
e
s
i
a
g
a
l
e
g
a
-
p
o
r
t
u
g
u
e
s
a
2
0
1
2
.
D
o
c
e
s
L
o
u
c
u
r
a
s
-
L
o
u
v
o
r
a
o
s
s
o
r
r
i
s
o
s
.
C
o
l
e
c
t
â
n
e
a
P
o
é
t
i
c
a
,
2
0
1
3
.
M
e
i
s
é
p
o
e
s
í
a
,
2
0
1
3
.
E
n
t
r
e
o
u
t
r
o
s
,
O
p
r
i
m
e
i
r
o
p
r
e
m
i
o
n
o
X
X
I
I
C
e
r
t
a
m
e
d
e
P
o
e
s
í
a
e
n
L
i
n
g
u
a
G
a
l
e
g
a
R
o
s
a
l
í
a
d
e
C
a
s
t
r
o
,
c
o
p
o
e
m
á
r
i
o
A
m
a
n
t
e
t
o
c
a
d
a
p
o
l
a
a
n
t
r
o
p
o
f
a
x
i
a
e
m
2
0
0
8
e
o
X
X
V
I
P
o
e
s
í
a
e
n
L
i
n
g
u
a
G
a
l
e
g
a
R
o
s
a
l
í
a
d
e
C
a
s
t
r
o
,
c
o
p
o
e
m
á
r
i
o
C
o
n
t
e
m
p
l
o
o
p
r
o
c
e
s
o
i
n
e
v
i
t
á
b
e
l
d
a
d
e
s
p
e
d
i
d
a
e
m
2
0
1
2
.
A
l
e
x
a
n
d
r
e
I
n
s
u
a
M
o
r
e
i
r
a
V
i
g
o
G
a
l
i
z
a
,
1
9
7
8
.
C
o
l
a
b
o
r
a
d
o
r
n
a
e
d
i
ç
ã
o
d
a
s
r
e
v
i
s
t
a
s
P
a
n
t
a
R
e
i
,
S
i
r
x
e
,
e
C
e
n
C
o
r
v
o
s
d
e
X
a
l
l
a
s
.
C
o
o
r
d
e
n
a
d
o
r
e
d
i
t
o
r
i
a
l
d
a
r
e
v
i
s
t
a
M
á
i
s
q
u
e
p
a
l
a
b
r
a
s
.
P
e
r
t
e
n
c
e
á
J
u
n
t
a
D
i
r
e
t
i
v
a
d
a
A
s
o
c
i
a
c
i
ó
n
C
u
l
t
u
r
a
l
O
C
a
s
t
r
o
d
e
V
i
g
o
.
L
i
v
r
o
s
c
o
l
e
t
i
v
o
s
:
1
8
-
U
n
h
a
a
n
t
o
l
o
x
í
a
d
e
p
o
e
s
i
a
g
a
l
e
g
a
-
p
o
r
t
u
g
u
e
s
a
,
2
0
1
2
.
D
o
c
e
s
L
o
u
c
u
r
a
s
-
L
o
u
v
o
r
a
o
s
s
o
r
r
i
s
o
s
.
C
o
l
e
c
t
â
n
e
a
P
o
é
t
i
c
a
,
2
0
1
3
.
M
e
i
s
é
p
o
e
s
í
a
,
2
0
1
3
.
L
i
c
e
n
c
i
a
d
o
e
m
F
i
l
o
l
o
g
i
a
G
a
l
e
g
a
e
e
m
F
i
l
o
l
o
g
í
a
H
i
s
p
â
n
i
c
a
,
e
s
t
á
e
s
p
e
c
i
a
l
i
z
a
d
o
e
m
L
i
n
g
u
í
s
t
i
c
a
G
e
r
a
l
p
e
l
a
U
n
i
v
e
r
s
i
d
a
d
e
d
e
V
i
g
o
.
r
o
s
a
n
e
g
r
a
(
R
o
s
a
M
a
r
t
í
n
e
z
V
i
l
a
s
)
A
r
m
e
n
t
e
i
r
a
G
a
l
i
z
a
,
1
9
7
4
.
F
u
n
d
a
d
o
r
a
d
e
P
e
n
ú
l
t
i
m
o
A
c
t
o
(
A
c
c
i
ó
n
P
o
é
t
i
c
a
)
.
O
r
g
a
n
i
z
a
d
o
r
a
d
o
a
t
o
C
í
r
c
u
l
o
P
o
é
t
i
c
o
A
b
e
r
t
o
n
o
C
a
f
é
U
f
(
V
i
g
o
)
.
P
e
r
t
e
n
c
e
á
J
u
n
t
a
D
i
r
e
t
i
v
a
d
a
A
s
o
c
i
a
c
i
ó
n
C
u
l
t
u
r
a
l
O
C
a
s
t
r
o
d
e
V
i
g
o
.
L
i
v
r
o
s
c
o
l
e
t
i
v
o
s
:
A
p
o
r
t
a
v
e
r
d
e
d
o
s
é
t
i
m
o
a
n
d
a
r
,
2
0
0
7
.
A
c
c
i
ó
n
P
o
é
t
i
c
a
P
e
n
ú
l
t
i
m
o
A
c
t
o
,
2
0
1
0
.
M
U
L
H
E
R
E
S
e
n
t
r
e
p
o
e
s
i
a
e
l
u
i
t
a
,
2
0
1
1
.
1
8
-
U
n
h
a
a
n
t
o
l
o
x
í
a
d
e
p
o
e
s
i
a
g
a
l
e
g
a
-
p
o
r
t
u
g
u
e
s
a
,
2
0
1
2
.
D
o
c
e
s
L
o
u
c
u
r
a
s
-
L
o
u
v
o
r
a
o
s
s
o
r
r
i
s
o
s
.
C
o
l
e
c
t
â
n
e
a
P
o
é
t
i
c
a
,
2
0
1
3
.
M
e
i
s
é
p
o
e
s
í
a
,
2
0
1
3
.
G
a
n
h
a
d
o
r
a
d
o
t
e
r
c
e
i
r
o
p
r
e
m
i
o
d
e
n
a
r
r
a
t
i
v
a
M
a
n
o
l
o
L
a
d
o
c
o
m
a
o
b
r
a
A
b
r
u
x
a
d
a
s
G
a
l
a
n
a
s
,
2
0
0
2
.
G
a
n
h
a
d
o
r
a
d
o
t
e
r
c
e
i
r
o
p
r
e
m
i
o
d
e
p
o
e
s
i
a
F
e
l
i
c
i
a
n
o
R
o
l
á
n
,
c
o
p
o
e
m
á
r
i
o
V
a
c
a
l
o
u
r
a
d
o
s
m
e
u
s
s
o
ñ
o
s
,
2
0