A Guiana introduz a Língua Portuguesa no Ensino Secundário

Quarta, 06 Novembro 2013 10:08

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - No passado mês de outubro o governo da Republica Cooperativa da Guiana anunciou que a língua portuguesa vai ser incorporada como matéria curricular no ensino secundário do país. Esta medida surge do interesse das autoridades guianenses por estreitarem laços com o Brasil devido ao crescente desenvolvimento da que já é atualmente a 6ª economia do mundo, circunstância que vai unida ao facto de a Guiana ter uma posição privilegiada como ponto de união do Brasil com o Caribe.

A Diretora do Departamento de Línguas do Queen's College, que ajudou na elaboração dos currículos, valorizou positivamente esta medida ao haver um fluxo de negócios financiados por capital brasileiro cada vez maior e, portanto, ser maior a necessidade de melhorar a comunicação e aprofundar relações. Assim, a aplicação deste programa vai servir para consolidar o clima de cooperação existente entre os dois países, já concretizado em vários projetos com o objetivo de tornar a Guiana no porto de saída das exportações brasileiras para o Atlântico Norte.

Embora a medida, inicialmente, só vá ser implementada em cinco liceus , mais tarde vai-se estender, de jeito progressivo, à totalidade dos centros de ensino secundário do país, através da distribuição de diverso material didático para as turmas, assim como de guias curriculares para o professorado.

Aliás, o governo manifestou que está a negociar com o Conselho de Exames do Caribe (CXC), do qual a Guiana faz parte, a inclusão da Língua Portuguesa como matéria nos exames que certifica esta instituição que envolve dezasseis países caribenhos de fala inglesa.

 

+ Mais informação: