O português terá uma plataforma de ensino comum na internet

A medida está prevista num plano de acção, aprovado ontem pelo Conselho de Ministros da CPLP, que visa a “promoção, difusão e projecção” do português

Segunda, 12 Abril 2010 00:37

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL Portugal – A CPLP atribui ao Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP) a responsabilidade pelo desenvolvimento da plataforma, que prevê a criação de uma rede virtual de professores de português para a partilha de experiências pedagógicas e o acesso a instrumentos didácticos.

O plano de acção apoia também o desenvolvimento do projecto Portal da Língua Portuguesa da CPLP “com condições que permitam o acesso à produção literária, científica e educacional em português e conexões com editoras, jornais, agências de notícias, emissoras de rádio e TV, revistas e periódicos, instituições universitárias e departamentos de língua portuguesa em universidades estrangeiras, escolas, centros culturais, fundações, galerias de arte e outras entidades educacionais e culturais dos países da CPLP”.

No que diz respeito às tecnologias, o conjunto alargado de recomendações inclui ainda a promoção gradual para o português dos sites da ONU. Aqui estabelecem-se como prioritários o portal principal e outros relacionados com matérias de maior impacto para os cidadãos da CPLP, como direitos humanos, questões sociais e saúde.

No documento que será submetido à Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo, em Luanda, em Julho, é também destacada a importância de actualizar e criar bibliotecas virtuais, a par das físicas, em instituições educacionais dos países da comunidade de língua portuguesa.

 

+ Ligações relacionadas: