Galiza, à procura da Lusofonia

O disco Aló irmao!, exemplo perfeito da unidade lingüística

Segunda, 06 Junho 2011 07:20

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O site Conexão Lusófona, centrado —como no próprio nome sugere— nos países de expressom portuguesa, dedica um novo artigo ao nosso país, intitulado «Galiza, à procura da Lusofonia». E, polo meio, o trabalho conjunto de Narf e Manecas Costa: Aló irmao!.

O artigo assina-o Maruxa Mascuñana, umha «galega de coração transatlântico [...], educadora social e estudante de Pedagogia. Tem viajado bastante pela América Central. Depois de morar um ano em Lisboa [...] passa a estar com um pé na Galiza e outro num miradouro qualquer... com o Tejo de frente num fim de tarde quente de verão».

Nas suas reflexões, Mascuñana denuncia a ausência de referências à Galiza na Wikipédia em português, enquanto as encontra na versom em espanhol. Critica, em geral, a «ignorância do facto», como também que nos cómputos de lusófonos no mundo nom apareçam os galegos.

Finaliza o texto com umha demostraçom prática da unidade lingüística com o caso do Aló irmao!, o disco conjunto do galego Fran Pérez 'Narf' e o guineense Manecas Costa cantando em Moçambique. «Eis um perfeito quadro lusófono», salienta.

 

+ Ligações relacionadas: