Mais de 200 pessoas assinárom pola cooficialidade das normas reintegracionista e isolacionista

O norueguês conta com duas normativas em pé de igualdade

Quarta, 04 Janeiro 2012 09:51

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - No momento de redigirmos estas linhas, 230 pessoas já manifestárom a sua adesom a um texto que circula pola internet e que solicita a cooficialidade das normativas reintegracionista e isolacionista para o galego.

A petiçom denuncia que muitas galegas e galegos «carecem dos mesmos direitos que os demais quando empregam a normativa ortográfica que consideram mais adequada para o galego». Também critica a discriminaçom a nom igualdade de oportunidades para usar alguns serviços ou concorrer a determinadas convocatórias de ajudas públicas.

Esta situaçom, em opiniom da pessoa que promove a iniciativa, «contravém a Declaraçom Universal dos Direitos Lingüísticos», bem como outras normas e disposiçons legais, e lembra o caso da Noruega, a qual tem duas normas para o idioma com idêntico reconhecimento por parte das instituiçons.