Diário Liberdade completou dous anos de trabalho informativo anticapitalista... e a luta continua

Na atualidade, por volta de 8 mil visitantes diferentes acessam cada dia o site

Sábado, 11 Fevereiro 2012 01:51

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O Coletivo Editor do Diário Liberdade divulgou uma declaraçom com motivo do segundo aniversário “Portal anticapitalista da Galiza e os países lusófonos” em que lembram os princípios e objetivos do projeto, fam um balanço de sua atividade e anunciam prontas novidades.

 

Diário Liberdade - Foi no dia 8 de fevereiro de 2010 que saiu ao ar pela primeira vez o Diário Liberdade, a partir de um núcleo de militantes da Galiza.

Hoje aquele núcleo cresceu e o público multiplicou-se, mas os objetivos mantêm-se: difundir as lutas, quebrando o cerco informativo da mídia burguesa e do sistema.

Os dois primeiros anos de atividade coincidem com o número mais alto de visitas, que não deixou de crescer em todos estes meses. Na atualidade, por volta de 8 mil visitantes diferentes acessam cada dia o site do Diário Liberdade, que conta com um coletivo crescente de colaboradoras e colaboradores sobretudo galegos, portugueses e brasileiros.

A reprodução de matérias doutros sites dos movimentos populares dos países lusófonos e do resto do mundo, com um critério aberto no âmbito da esquerda revolucionária, ocupa boa parte do espaço diário disponível, mas não tudo. Também publicamos cada vez mais traduções de textos teóricos de analistas e personalidades da esquerda mundial, artigos de opinião de um importante número de colaboradoras e colaboradores, e matérias, reportagens, crônicas e entrevistas realizadas pelo coletivo do Diário Liberdade. Em todos os casos, partimos da defesa da livre circulação de conteúdos, citando a fonte, contra a privatização do pensamento e do conhecimento que o capital tenta impor.

O crescimento continuado e as necessidades que isso tem trazido, obrigou-nos a trabalhar nos últimos meses numa nova versão do site, que incluirá novidades e melhoramentos vários nas funcionalidades disponíveis. Esperamos que ainda neste mês de fevereiro possamos lançar a nova versão do Diário Liberdade, que manterá os mesmos princípios fundacionais e tentará abrir-se a novos companheiros e companheiras dispostas a colaborar no crescimento deste projeto popular de comunicação anticapitalista, antipatriarcal e de difusão das lutas de libertação nacional, começando pela do povo galego pela independência e continuando pela que situa o mundo na encruzilhada entre o caminho de aprofundamento no caos capitalista e o que abre o futuro de justiça e liberdade através da vitória definitiva do socialismo a nível nacional e mundial.

O trabalho feito durante estes dois anos, de maneira ininterrupta, sem nenhum dia de folga, tem sido muito. Apesar dos erros e carências, achamos que temos feito crescer de maneira correta e ordenada este espaço de liberdade informativa. Sempre com a colaboração de todos os leitores e leitoras, sem deixarmos de referir a importáncia dos contributos econômicos das pessoas que nos doam periodicamente pequenas quantidades com que fazermos frente aos desafios do projeto, sem cairmos em nenhuma dependência em relação às forças económicas do sistema que combatemos nesta trincheira informativa.

Esperamos que em poucas semanas possamos oferecer o novo Diário Liberdade, como mais um passo na estratégia de fortalecimento e crescimento da luta que nos une, a luta diária pela liberdade.

Galiza, Portugal e Brasil, 8 de fevereiro de 2012.

Coletivo editor do Diário Liberdade.

 

+ Ligaçons relacionadas: