Nasce Dioivo, um novo meio digital

A dia 1 haverá umha palestra sobre os meios em galego e será repartido um número impresso do Dioivo

Quarta, 29 Fevereiro 2012 08:55

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Hoje, dia 29 de fevereiro, é a data de lançamento de Dioivo, um novo meio digital galego nascido para «contar e contrariar». Este projeto está impulsionado por um heterogéneo grupo de profissionais da comunicaçom e sustido por uma associaçom cultural.

Precisamente, a presidenta da associaçom cultural Dioivo é a jornalista Marga Tojo, quem foi durante anos trabalhadora do desaparecido diário em papel —agora só digital— Galicia Hoxe, do Grupo Correo Gallego. Na equipa de jornalistas colaboradores há também pessoas de outros meios galegos desaparecidos no último ano, como o Xornal de Galicia.

Dioivo, segundo o e-Estraviz é umha «Crescente impetuosa de um regato ou rio por efeito da chuva», umha «Corrente da água produzida pola chuva». Com este conceito jogam os vídeos promocionais do Dioivo, bem como comentários na sua conta de Twitter, alusivos aos fenómenos meteorológicos e utilizando imagens de guarda-chuvas como símbolo do projeto.

Num comunicado de imprensa, Tojo explica que a configuraçom do novo meio será, mais do que jornal, umha revista que procurará ir para lá da atualidade imediata, aprofundando em matérias que «nom estám recolhidas na agenda diária dos meios já existentes.

O lançamento do Dioivo virá ainda acompanhado por um número em papel em que a associaçom cultural que o promove explicará mais detalhes do projeto. O exemplar impresso repartirá-se em Compostela a 1 de março no restaurante Rua, situado na rua de Sam Pedro. Precisamente, nesse dia, a partir das 20h, o Rua acolherá umha palestra sobre os novos meios de comunicaçom em galego.

Caricatura do grupo promotor realizada por Gonzalo Vilas