1º de Abril: AGAL desativará dicionário e-Estraviz

Decisom conta com aprovaçom do professor Isaac Estraviz · A associaçom reintegracionista fornecerá recursos técnicos à RAG

Domingo, 01 Abril 2012 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Será o primeiro passo para a constituiçom do Grande Dicionário Galego?

PGL - O Conselho da AGAL, em juntança que tivo lugar a 31 de março, deu o visto e praz à ata da reuniom da Comissom de Informática do passado dia 24. O principal acordo do grupo informático da associaçom é a desativaçom do dicionário e-Estraviz e a vontade de colaborar no da Real Academia Galega (RAG), recentemente apresentado.

O próprio professor Estraviz participou na reuniom da Comissom de Informática para pedir a próxima desativaçom do dicionário. Segundo explicou, «atingimos o objetivo: durante quase sete anos disponibilizamos na Internet um dicionário on-line gratuito, ao serviço de toda a cidadania». Porém, com o lançamento do novo dicionário da RAG, «nom faz sentido que a Galiza esteja representada na Internet com dous dicionários», especialmente «quando um deles tem mais recursos».

Agora, a AGAL iniciará contactos oficiais com a RAG para pôr ao dispor da entidade académica o seu saber fazer no terreno informático para dotar o dicionário da RAG de, polo menos, as mesmas funcionalidades com que conta atualmente o e-Estraviz, como por exemplo sugestões automáticas no caso de palavras nom encontradas, melhoras no sistema de pesquisa ou versom para dispositivos móveis, entre outras. Ainda, a Associaçom cederá de graça o banco de dados do e-Estraviz para que sejam incorporadas palavras que estám ausentes, ao menos no momento de redigirmos estas linhas, como é o caso de «pobo» (povo).

[alargar a imagem]

O Conselho da AGAL, com apenas um voto contra e umha abstençom, referendou a decisom da Comissom de Informática. A partir de agora, poderia ser questom de semanas, ou muitos poucos meses, que veja a luz na Internet o Grande Dicionário Galego.

 

NOTA: 'O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir''. Esta notícia foi o nosso modesto contributo para o Dia da Mentira de 2012, festejo tradicional galego (e comum a outros países lusófonos) em cuja recuperaçom o PGL leva vários anos envolvido.

 

 

 

 

 

 

 


Esta notícia é mentira, é o nosso contributo ao 1 de abril

«O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir»