A Associaçom Galega de editores edita o número 6 de ‘Novas de Livros’

O novo número de NDL analisa o futuro do livro galego

Quinta, 14 Janeiro 2010 00:00

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL – O último número de Novas de Livros (NDL), a revista da Associaçom Galega de Editores (AGE) já está na rua. A publicaçom inclui todas as novidades divulgadas polas editoras galegas no passado 2009, classificando as obras por matérias e também numha lista das mais vendidas.

Outro conteúdo especial da revista é a análise assinada por Moisés Álvarez, O futuro do livro galego joga-se hoje, na qual se explica como «o livro galego há tempo que conseguiu a madures em âmbitos como a literatura infantil e juvenil, com umha clara aposta pola qualidade por parte de escritores, ilustradores e editoriais, sendo este campo onde se estám a afrontar com maior decisom três dos principais reptos para o futuro: a profissionalidade, a especializaçom e a internacionalizaçom». Ainda, Alvarez fala das possibilidades que oferecem as novas tecnologias e a implantaçom dos e-books.

Para além destes conteúdos, acompanha a revista um artigo de Iolanda Galanes sobre o incremento de traduçons do galego -na sua variante oficialista- a outras línguas. Galanes conclui que «um repertório de autores/as com reconhecimento estatal e internacional, o crescente interesse de editoras estrangeiras pola literatura galega e um sector editorial maduro e bem disposto para a aventura exterior, além de vários "ensaios" de sucesso, deberam constituir os alicerces de umha desejável acçom institucional que, mais alá do cânone espanhol, internacionalize a nossa literatura. Pulando cara à ‘fase autónoma’».