Galizalivre.org co-edita livro de Santiago Alba Rico

Os artigos publicados neste livro fôrom traduzidos por Beatriz Peres Bieites, e fôrom tomados de vários meios comunitários de todo o mundo

Quinta, 25 Novembro 2010 08:02

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Galizalivre.org / PGL - Em colaboraçom com a Área de Movimentos Sociais da Escola Popular Galega, Galizalivre.org edita o livro Todas as guerras, umha recompilaçom de artigos do filósofo e militante da esquerda Santiago Alba Rico.

Este pensador colabora habitualmente com meios comunitários galegos, como o Novas da Galiza, mas é a primeira vez que se edita em formato de livro parte da sua obra. Os artigos publicados neste livro fôrom traduzidos por Beatriz Peres Bieites, e fôrom tomados de vários meios comunitários de distintos pontos do planeta.

Nado em Madrid e residente no Tunes, Santiago Alba tem dedicado a sua pluma à solidariedade activa com a causa árabe, a revoluçom cubana ou a esquerda na América Latina. No Reino da Espanha, dedica os seus esforços a estudar a mudança antropológica que o capitalismo tecnológico e de consumo está a introduzir nas nossas sociedades. A um tempo, tem mostrado a sua solidariedade com processos de emancipaçom nacional como o basco ou o galego.

O livro pode-se solicitar ao correio da Escola Popular: escolapopularnacional(arroba)gmail.com.

Apesar da distáncia

No limiar da obra assinala-se a importáncia da internet para se poder aproximar a pessoas como Santiago Alba Rico. Este meio, «que tanto favoreceu o isolamento físico da gente, o amoreamento assistemático de dados e a ficçom da telemilitáncia», explica-se,  tivo a «virtude» de nos aproximar «a plumas como estas».

Destarte, no meio da «chuva de informaçons que padecemos, que derivam sempre em pensamentos e acçons confusas, umha pequena comunidade de leitores e militantes soubo dar com o mais certo», que neste caso é «aquele pensamento que orienta no caos e alimenta, modestamente, umha intervençom que incida no mundo».

Em entrevista recente para o Galizalivre.org, com motivo precisamente da ediçom desta escolma de trabalhos, Alba Rico fala nom apenas de questons que se recolhem no trabalho, mas também de temas de actualidade —como a expulsom de ciganos da França— e outros temas um bocado mais atemporais —as luitas pola emancipaçom nacional ou as críticas ao capitalismo atroz—.

 

+ Ligaçons relacionadas: