Novidades no terror e no fantástico da Urco Editora

A coleçom Alcaián será apresentada a 2 de abril no Achegarte (Palexco, Corunha)

Sexta, 01 Abril 2011 07:59

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - A Urco Editora tirou do prelo duas novidades editoriais, umha no género do terror, que é o primeiro título da Biblioteca Lovecraft da editora, A Chamada de Cthulhu. A outra é do género fantástico, A Xanela Escura, da coleçom Alcaián, que, por sinal, será apresentada no Achegarte a 2 de abril, às 20h, na sala de conferências do Palexco.

A Xanela Escura é um relato ameno com três elementos definidores que o estruturam: os vampiros, o sangue e os zumbis. O autor gosta deste «género estranho», mas sempre na procura do saber com rigorosidade e da procura também dos alicerces onde se criam e desenvolvem os símbolos e arquétipos que o caraterizam, dos tópicos que mália a mudarem através do tempo ficam inalteráveis na sua verdadeira essência.

Por sua parte, A Chamada de Cthulhu é um relato mitológico e de terror fantástico num cosmos imenso e complexo no qual moram todo o tipo de criaturas e entidades aberrantes que luitam contra a humanidade formando ciclos destrutivos, ultrapassando qualquer tipo de cordura ou racionalidade.

Desenvolve-se durante seis relatos. O primeiro, “A maldición que caeu sobre Sarnath”, sobre povoadores pré-humanos e extraterrestres; depois, a “Cidade sem nome”; a seguir os saqueadores de tumbas do “Sabuxo”; “O festival”, sobre os escuros segredos de Nova Inglaterra; “Os sonhos da casa da bruxa”; e, por último, o “Ciclho de Cthulhu”, que encerra a série.