Segundo número da revista Bilharda abre com os triunfadores da temporada 2010/11 da LNB

Bateas, a equipa do Salnês, foi a grande dinamizadora esportiva da competição

Domingo, 05 Junho 2011 22:49

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

O jovem Iván dos Bateas palanador de 14 anos foi o campeão Nacional Absoluto e primeiro Coroceiro Nacional coroado em pista

PGL – O número do mês de junho, que informa da entrega dos prémios da temporada da Liga Nacional da Bilharda e do desenvolvimento de dez encontros bilhardeiros, acrescenta uma seção de apontamentos filológico-literários e conclui com uma breve nota sobre o sucesso universitário do popular esporte.

 

 

Após nove meses de competição nas vilas e cidades da Galiza foram repartidos este 29 de maio os títulos em jogo da temporada 2010/11 da LNB.  O evento teve lugar, como nos últimos anos, na localidade compostelana de Conjo. Individual, Equipa e Varados são as categorias de prémios que se repartiram em cada uma das cinco conferências (Nordeste, Noroeste, Sul, Centro e Bezouqueira). Bateas, equipa que participou nas cinco conferências, conseguiu 8 dos 15 títulos. Os triunfadores da final nacional de Conjo foram: Iván, do Bateas, na final individual; Bateas levou a final por equipas; e Daniel, de Bilhardeiros Musicais, o prémio de Varados.

A crónica dos eventos desportivos de maio começa com a 8ª Jornada da Conferência Noroeste na Crunha, Xan Rodinho dominou a classificação da conferência, e José Rodinho o aberto. Os dois, palanadores da equipa Bateas. O aguardado Jerro do Salnês, disputado em Gil (Meanho), foi, mais um ano para Xan Rodinho, que dominou também a 12ª Jornada da Conferência Sul em Marim. A 9ª Jornada da Conferência Centro em Castrofeito (O Pino) teve como vencedor a Iván, do Furabolos. A 9ª e a 10ª Jornadas da Conferência Noroeste na Crunha foram Luis, do Bateas, e Roi, do Filhoas de Sangue. Guilherme, de Os Outros, foi o vencer da 9ª Jornada da Conferência Nordeste em Remourelhe (Riva d’Eu). No Aberto do Dia das Letras Galegas em Lardeiros, evento central duma jornada de jogos populares organizada por várias associações locais, e disputado segundo o sistema de jogo habitual da conferência centro, o ganhador foi Iván, do Turabolos. Nas provas de bilharda das Olimpiadas Populares Galegas, desenvolvidas em Riba D’Ávia o vencedor foi José Miguel (Faísca). O vencedor do aberto de repesca para a final da LNB foi Iván (Bateas), um dos palanadores já classificados. A associação cultural “O Fervedoiro” com a colaboração da LNB e Siareir@s Galeg@s, organizou o I Aberto de Bilharda em Cuntis. O ganador foi Luís, do Bateas.

Baixo o rótulo “Cousinhas”, uns apontamentos sobre o jogo de bilharda nos ilustram com diferentes definições da palavra em dicionários lusófonos, os registros mais antigos do jogo e do nome e um poema sobre a bilharda do poeta português Eduardo Olímpio.

Conclui este segundo número da revista Bilharda informando do sucesso do jogo na Universidade, que com os birlos celtas e a chave, é uma das disciplinas que fazem parte da liga universitária de desportos tradicionais.

+ LIGAÇÔES RELACIONADAS:

Primeiro número da revista internacional sobre a bilharda na Galiza (PGL, 19/05/11)

TODOLNB (Blogue sobre a LNB)

O Varal (Blogue editado pela LNB)