Sai à rua o semanário em papel Galiza Livre

A ediçom impressa oferece a possibilidade de umha «leitura sossegada e reflexiva»

Terça, 27 Setembro 2011 07:24

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - O veterano portal soberanista Galizalivre.org deu o salto do ciberespaço ao mundo físico com o primeiro número de umha ediçom impressa que visam continuar cada sexta-feira. A publicaçom estará disponível em diferentes centros sociais e cafetarias, bem como nas manifestaçons e luitas sociais.

Da equipa do portal soberanista qualificam o projeto de «iniciativa humilde», mas confiam em que resulte «eficaz e útil», baseada na impressom autónoma em cada localidade de um caderno de 12 ou 16 páginas —três ou quatro folhas A3 dobradas à metade—.

A ediçom impressa oferece a possibilidade de umha «leitura sossegada e reflexiva» que recolherá, na maioria, conteúdos publicados previamente na página web: as notícias, os artigos de opiniom, a agenda... mas com umha calma que muitas vezes nom acontece trás do ecrám.

Também visam chegar a um público que nom consulta amiúde a rede ou Galizalivre.org, ao tempo que pode concorrer em determinados locais com a imprensa em espanhol, que atualmente monopoliza a maioria dos balcons da Galiza.

Ainda, aproveitarám a «dignidade do papel impresso» para divulgar, por fascículos, obras de ensaio que a equipa considerar de de interesse, a começar com o livro Arredismo e Tradiçom, da Escola Popular Galega.

Capa do nº 1 do semanário impresso
[Prima aqui para alargar a imagem]

Como conseguir um exemplar?

A seguir reproduzimos as explicaçons da equipa do portal soberanista acerca de como conseguir um exemplar impresso do semanário.

O mecanismo é o seguinte: cada quinta-feira de madrugada encaminha-se por correio eletrónico o pdf com o semanário a umha listagem de copistarias e imprentas, arquivo que também se publicará no portal. À sexta-feira, quem quiger pode quer tirar umha cópia numha das copistarias, quer “baixar” o pdf da web e fazer-lhe umha cópia pola sua conta, quer ir a um dos “Pontos de Leitura e/ou Venda” e ora dar-lhe umha olhadela, ora comprar um exemplar. O Galiza Livre nom ganha nem um cêntimo com todo isto (ganha a copistaria ou o centro social), mas também é verdade que nom nos custa nem um cêntimo cada um dos exemplares.

É claro que o semanário nom vai estar em todos os bares e bibliotecas do país. Os ativistas de Galiza Livre levaremo-lo a tantos lugares como podamos, mas necessitamos voluntários e voluntárias para propagá-lo de verdade. Se queres, propom-te tomar como rotina o seguinte: a sexta-feira fás umha cópia numha copistaria, lê-la e depois, em lugar de a deitar ao lixo ou guardá-la na casa, deixa-a num local para que a consultem outras pessoas. Ah, e avisa-nos!, assim incluiremos esse sítio na listagem de Pontos de Leitura.

 

+ Ligaçons relacionadas: