Junta da Galiza gastou um quarto de milhom de euros em promover o galego na imprensa em castelhano

Política Lingüística subsidiou com 239.280€ a imprensa em castelhano mediante convénios ou contratos assinados desde 1 de maio de 2009

Quarta, 02 Novembro 2011 09:16

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

Capa de hoje de La Voz de Galicia, o diário mais subvencionado

PGL - Em resposta ao grupo parlamentar do BNG, a Secretaria Geral de Política Lingüística confirma que dedicou quase um quarto de milhom de euros à imprensa em castelhano para «reforçar a presença do galego nos meios de comunicaçom».

Boa parte do dinheiro devia-se destinar aos respetivos websites dos diários, porém, na maior parte dos casos a presença do galego é apenas fruto de tradutores automáticos, com inúmeros erros de todo tipo.

Em concreto, Política Lingüística subsidiou com 239.280€ a imprensa em castelhano mediante convénios ou contratos assinados desde 1 de maio de 2009. O mais favorecido polo governo autonómico foi, mais umha vez, La Voz de Galicia, que recebeu 63.875€.

No segundo lugar aparece outro dos habituais, Faro de Vigo, com 32.142€. A seguir estám, com a mesma quantidade, as agências de notícias estatais Europa Press e EFE, com 30.000€ cada umha.

A notável distância estám já os principais cabeçalhos das províncias do interior do País, o El Progreso de Lugo, com 21.889€, e a ourensana La Región, com 19.786€. O Diario de Pontevedra (propriedade do Grupo Progreso, como o diário luguês) levou 14.520€, e umha cifra muito similar o diário-irmao do Faro, a corunhesa La Opinión, com 14.005€. O derradeiro posto da tabela corresponderia ao Atlántico Diario, propriedade do Grupo La Región, com 13.063€.

O resto das ajudas aos meios, até ultrapassar já o quarto de milhom de euros, consistírom numha subvençom de 21.494€ para o já desaparecido Galicia Hoxe (do Grupo Correo Gallego), e 8.063€ para o bilingüe Xornal de Galicia, que encerrou também em datas recentes.