Parceria luso-galaica traz à Galiza reediçom da principal obra do marxista português Francisco Martins Rodrigues

O volume pode ser adquirido nas livrarias habituais e através da rede mediante encomenda ao blogue da Abrente Editora

Segunda, 17 Novembro 2008 10:32

Atençom, abrirá numha nova janela. PDFVersom para impressomEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar no Twitter Compartilhar no Chuza Compartilhar no Facebook Compartilhar no DoMelhor

PGL - Umha nova colaboraçom editorial entre a portuguesa Dinossauro Edições e a galega Abrente Editora vai trazer à Galiza a obra Anti-Dimitrov. 1935-1985 - meio século de derrotas da revolução, do recentemente falecido Francisco Martins Rodrigues.

Reconhecido como um dos mais relevantes teóricos marxistas portugueses, Francisco Martins Rodrigues escreveu esta obra no anos 80, depois de ter sido, nas décadas de 50 e 60, um destacado dirigente do PCP. Junto a Álvaro Cunhal e outros oito camaradas, protagonizou a lendária Fuga de Peniche, da prisom militar salazarista, em 1960. Após abandonar o Partido Comunista em 1964 por diferenças com a linha cunhalista, Francisco Martins será o referente principal da extrema-esquerda portuguesa, convertendo-se num dos últimos presos políticos libertados dos cárceres da ditadura, dous dias depois do 25 de Abril.

Tendo passado pola maoista UDP, Martins Rodrigues foi, nas últimas duas décadas da sua longa vida, director da revista comunista Política Operária, que continua a ser editada mensalmente na actualidade. Nos seus últimos anos, lavrou umha intensa colaboraçom com a corrente independentista galega ligada a NÓS-Unidade Popular e a Primeira Linha, viajando à Galiza em numerosas ocasions para participar nos Dias da Pátria independentistas, em palestras, seminários e outros eventos soberanistas, e escrevendo em favor dos direitos nacionais galegos.

Após o falecimento de Francisco Martins, em Abril deste mesmo ano, a editora comunista galega Abrente Editora colaborou com a portuguesa Dinossauro Edições na publicaçom de alguns dos seus trabalhos pendentes. Assim, no passado mês de Junho foi lançada a obra póstuma Os anos do silêncio, testemunho em primeira pessoa dos anos da ditadura e da repressom política em Portugal, que Chico Martins ultimava quando a doença fatal o atingiu.

Agora, vê a luz a segunda ediçom da que é considerada a sua principal obra teórica, publicada anteriormente em 1985 e dedicada a analisar com perspectiva crítica a evoluçom do movimento comunista ao longo do século XX. Anti-Dimitrov. 1935-1985 - meio século de derrotas da revolução é distribuída em Portugal e na Galiza graças à parceria entre ambas editoras.

O volume, de 325 páginas e 20 euros de preço, pode ser adquirido nas livrarias habituais e através da rede mediante encomenda ao blogue da Abrente Editora.

 

 

 

Ligaçons relacionadas: